Olimpíadas: Brasil perde para a Argentina e deixa jogos olímpicos sem medalha

O Brasil chegou a ver a vitória mas desanimou quando chegou ao tie break perdendo para a Argentina por 3 sets a 2

A Seleção Brasileira masculina de vôlei se despediu das Olimpíadas de Tóquio sem subir ao pódio, o que não acontecia há quatro edições do evento. Competindo pela medalha de bronze, a Argentina venceu o Brasil por 3 sets a 2 (com parciais de 25/23,20/25,25/17 e 15/13) e garantiu a medalha na Ariake Arena, em Tóquio. Essa é a segunda medalha do país, que quebrou um jejum de 33 anos.

Primeiro Set

O jogo começou equilibrado, com os dois times trocando pontos e sem nenhuma equipe se desgarrar muito no placar. No meio da parcial, Argentina começou a melhorar o jogo e conseguiu abrir três pontos no placar na metade do set.

O Brasil sentiu dificuldade para pontuar o bloqueio. A equipe sentiu dificuldade, porque o bloqueio não estava conseguindo ser eficiente e a defesa ficou sobrecarregada para defender os ataques e contra-ataques argentinos.

No final do primeiro set, o Brasil chegou a ameaçar a Argentina nos últimos pontos. No entanto, os adversários viraram a última bola e venceram a primeira parcial por 25/23.

Segundo set

O Brasil voltou ao segundo set mais focados e vibrantes. Os jogadores brasileiros passaram a comemorar mais e a jogar de forma mais intensa.

A seleção brasileira melhorou com saques mais forte, principalmente de Lucarelli e Wallace, fazendo com que os argentinos encontrassem muita dificuldade de passe e criavam chances menos claras de pontuar.

Douglas Souza assumiu a responsabilidade, atacou bem e conseguiu pontuar em momentos-chaves da partida. Com uma melhor performance, o Brasil conseguiu fechar o segundo set por 25/20, empatando o jogo.

Terceiro e Quarto set

A equipe brasileira começou o terceiro set bastante desatento e viu a Argentina logo abrir vantagem no início da parcial. O time conseguiu melhorar e Leal retornou a quadra fazendo uma ótima partida a partir disso. Com uma boa vantagem, o Brasil caminhou tranquilo e fechou o set com 25/20.

No quarto set, o Brasil deixou a Argentina escapar e a equipe adversária abriu vantagem no placar na metade da parcial. Em um momento, o Brasil chegou a perder por seis pontos e ficou abatido. Com um excelente desempenho defensivo e o Brasil tendo seu pior set nos jogos olímpicos, Argentina fechou o set e o jogo foi para o tie break.

Tie break

O Brasil começou desanimado deixando a Argentina abrir uma boa vantagem no set. A seleção parecia está em um bom momento psicológico e colocaram bastante energia na quadra.

A seleção brasileira foi encorajada pelos brasileiros presentes na Arena, não desistindo e indo atrás do jogo. O técnico Renan aproveitou o último tempo para colocar Cachopa, Alan e Douglas, que melhoraram o ânimo do time. A equipe conseguiu diminuir a velocidade, deixando a final emocionante.

No entanto, a partida terminou com vitória da Argentina, com parcial 15/13 no tie break.

Abatimento

Após perder a semifinal para a Rússia, era uma preocupação saber como a seleção entraria na quadra contra a Argentina pela disputa pelo bronze. Lucarelli, no entanto, negou que a equipe estava abatida.

“Clima estava bem legal. Obvio que foi impossível esquecer contra a Rússia, mas acredito que a gente entrou com a cabeça tranquila”, disse o jogador da seleção. “Fomos jogando. Começamos bem e por besteiras perdemos a vantagem. Jogo conta time de alto nível é assim.”

Tags: