Os 10 últimos vencedores do Nobel de Literatura

Confira a lista com os nomes dos escritores e escritoras que venceram as dez últimas edições do prêmio Nobel de Literatura

O Prêmio Nobel de Literatura é um prêmio literário sueco que é concedido anualmente, desde 1901, a um autor de qualquer país que, nas palavras da vontade do industrial sueco Alfred Nobel, produziu “no campo da literatura o trabalho mais notável em uma direção ideal”. Confira abaixo uma lista com os nomes dos 10 escritores e escritoras que venceram as últimas edições do Nobel de Literatura.

10. Tomas Tranströmer (Suécia)

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O último autor sueco a receber o prêmio se destacou por sua poesia. Psicólogo de formação, ele continuou a escrever mesmo depois de sofrer um acidente vascular cerebral que o deixou incapaz de falar, em 1990. Traduzido para mais de 50 línguas, teve a antologia “Mares do leste e outros poemas” publicada no Brasil pela Ayiné em 2018, três anos após sua morte.

Ano: 20211

9. Mo Yan (China)

Nascido Guan Moye, em 1955, o escritor adotou o pseudônimo “Mo Yan”, que significa “não fale”, inspirado pelos conselhos que ouvia dos pais durante a infância na China comunista. Sua escolha para o Nobel foi alvo de críticas, devido à proximidade entre o autor e o regime chinês.

Ano: 2012

8. Alice Munro (Canadá)

A escritora foi a primeira pessoa especializada em contos a levar o Nobel. Segundo o comitê da premiação, Munro é mestre da narrativa breve contemporânea e aclamada por sua narrativa afinada, que é caracterizada pela clareza e pelo realismo psicológico. Alguns críticos a consideram “a Chekhov canadense”, em referência ao escritor russo Anton Chekhov, por seus contos serem centrados nas fraquezas da condição humana.

Ano: 2013

7. Patrick Modiano (França)

Segundo o comitê da premiação, Mondiano foi escolhido por conta de sua arte da memória com a qual evocou os destinos humanos mais inapreensíveis e jogou luz sobre a vida durante a ocupação. Filho de um comerciante judeu e uma atriz belga, Modiano escreve sobre temas como a memória, o esquecimento e a identidade a partir de traumas da história francesa, como a ocupação nazista durante a 2ª Guerra Mundial.

Ano: 2014

6. Svetlana Alexiévitch (Bielorrússia)

Svetlana Aleksandrovna Aleksiévitch, também grafado como Svetlana Alexandrovna Alexievitch é uma escritora e jornalista bielorrussa. Foi galardoada com o Nobel de Literatura de 2015 pela sua escrita polifónica, monumento ao sofrimento e à coragem na nossa época.

Ano: 2015

5. Bob Dylan (Estados Unidos)

Em uma das maiores polêmicas do prêmio Nobel nos últimos anos, o compositor norte-americano foi laureado por criar novas expressões poéticas dentro da grande tradição da música americana, como justificou o comitê de premiação do evento.

Ano: 2016

4. Kazuo Ishiguro (Reino Unido)

O britânico de origem japonesa Kazuo Ishiguro, uma mistura de Jane Austen e Kafka com uma pitada de Proust de acordo com a Academia Sueca, foi anunciado como o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura por seus romances nos quais narra o mundo das ilusões e a memória.

Ano: 2017

3. Olga Tokarczuk (Polônia)

Olga Nawoja Tokarczuk é uma escritora polonesa. Recebeu o Nobel de Literatura de 2018. Graduou-se em Psicologia pela Universidade de Varsóvia. Trabalhou como terapeuta antes de começar a se dedicar à literatura. A romancista de esquerda, ecologista e vegetariana é uma forte crítica do governo conservador da Polônia.

Ano: 2018

2. Peter Handke (Áustria)

O escritor austríaco é um dos nomes mais controversos a ganhar o Nobel nos últimos anos, devido a seu apoio ao regime genocida do sérvio Slobodan Milosevic na década de 1990. O escritor é também autor de teatro, romances, poesia, argumentista e realizador de cinema.

Ano: 2019

1. Louise Glück (Estados Unidos)

Louise Elisabeth Glück é uma poetisa e ensaísta estadunidense. Ela ganhou muitos prêmios literários importantes nos Estados Unidos, incluindo a Medalha Nacional de Humanidades, o Prêmio Pulitzer, o Prêmio Nacional do Livro, o Prêmio National Book Critics Circle Award e o Prêmio Bollingen.

Ano:2020

Tags: