Home»Cotidiano»Otimista, Miss Goiás Globo Internacional quer representar Brasil
0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

Maria Louisa Alvim será a representante de Goiás no  Miss Globo Internacional que ocorre no próximo sábado (03) em Brasília. Ela conversou com o Diário do Estado e explicou como funciona o concurso e quais são suas expectativas. Ela também contou sobre sua rotina de cuidados com o corpo, carreira e sobre sua família e origens. Confira a entrevista completa:

CONCURSO

Como é o concurso?

“É um concurso diplomático que vai acontecer em Brasília. Passamos quatro dias lá antes do concurso, nos quais visitamos as embaixadas, tem uma agenda a cumprir, com passarela e outras coisas. Mas o foco dele é mais diplomático. Lá somos uma representação do Estado. Também tratamos alguns assuntos voltados à política”

Quais as proibições do concurso?

“Não podemos fazer nudez e nenhum ensaio ou vídeo sensual. As tatuagens também são proibidas. Estou fazendo o processo para removê-las”

Próxima fase do concurso

“A próxima etapa é a faixa do Miss Brasil. Se eu conseguir a faixa, vou representar o Brasil fora do país. Eu fui escolhida como representante de Goiás. O concurso será dia 3 de junho, mas vou para Brasília no dia 30 para cumprir a agenda de visitas nas embaixadas”

E a concorrência?

“Até hoje não tive contato com as outras candidatas. Estou muito ansiosa para isso. Eu busquei algumas informações em redes sociais, mas ainda não tive contato. Está sendo feito um pequeno mistério para, quando chegar o dia, a gente se conhecer, bater um papo legal”

Está otimista?

“Estou. Nós fizemos aulas de passarela e estou fazendo aula de oratória para que eu possa fazer um bom discurso. Estou dando tudo de mim. Meu coordenador disse que não haverá discurso, mas estou me preparando se for necessário. Estou fazendo a aula de oratória para a apresentação. Estou preparando uma surpresinha. Em cada embaixada farei minha apresentação com a língua nativa. Na embaixada da França, me apresentarei em francês; na árabe, falarei em árabe; na americana, em inglês”

PESSOAIS

Quem é Maria Louisa?

“Sou de Ceres. Vim para Goiânia para estudar há quatro anos . Eu sou graduanda de Direito. Estou no 4º período na PUC. No ano passado fui convidada pela primeira vez para estar participando de um concurso. O primeiro que participei foi o Miss Goiânia, no qual fui convidada pelo Rafael Lemos. Foi uma experiência maravilhosa. Fiquei em quarto lugar”

Qual a história da sua família?

“Minha família tem ascendência libanesa da parte da minha mãe. A minha avó era libanesa e meu avô italiano. Minha mãe é bancária e meu pai é autônomo. Minha família é tradicional lá em Rialma, apesar de termos mudado para Ceres. Eu cresci e estudei em Ceres”

Você fala algum outro idioma?

“Falo fluentemente espanhol. Estou terminando o curso de inglês e iniciando um curso de árabe, que é totalmente diferente. Estou aprendendo primeiro a falar árabe e depois quero aprender a escrita, que é uma fase mais profunda”

 

CARREIRA

Como você entrou para o mundo das misses?

“Eu nunca participei de nenhum concurso. Eu estava na rua quando o organizador do Miss Goiânia conversou comigo. Até então, eu não achava que eu tinha o perfil. Ele me incentivou, me deu dicas e aí eu resolvi aceitar”

Quando criança você sonhou em ser miss?

“Sinceramente não. Meu sonho quando criança era ser psicóloga. Iniciei o curso de Psicologia, mas tranquei-a no sexto período e iniciei o Direito”

Pretende seguir carreira de modelagem?

“Pretendo sim. Se eu conseguir o Miss Brasil Globo Internacional, vai ser um prazer imenso representar o nosso país fora”

Qual a rotina de uma Miss?

“Mudou muito a minha rotina. Eu frequentava bastante a academia, fazia muita musculação. Meu corpo era totalmente diferente do que é hoje. Eu emagreci 15 kg para participar do concurso. Tive mudança de hábitos alimentares, do treinamento na academia e outras coisas”

Como esse título alterou seu dia-a-dia?

“Fiz algumas mudanças. Antigamente eu costumava sair muito. A gente preza um pouco mais a estadia em casa, sair menos e aparecer menos. Nas redes sociais, procuro postar coisas positivas. Quando eu posto minha opinião, é de uma maneira positiva. Não posso ir em alguns festas. Há locais nos quais não posso tirar fotos. Não posso tirar fotos bebendo ou fumando e nem me envolver em nenhum escândalo social”

Se sente feliz com a vida de Miss?

“Há pouco tempo participava de júris que escolhiam as misses. Recentemente ajudei a escolher a Miss Uruaçu. Eu me emociono mesmo não estando na competição. Sinto a energia, meu olho enche de lágrimas e meu coração acelera. É maravilhoso. Me sinto em casa”

Como sua família lida com sua carreira de Miss?

“No concurso, você só conseguia escutar a voz da minha mãe. Ela está muito orgulhosa. Sempre me incentivou a estudar e valorizar minha beleza interior”

Onde você pretende chegar?

“Eu me sinto imensamente prestigiada em representar o Estado. É uma coisa maravilhosa que está acontecendo na minha vida. Se eu conseguir o Miss Brasil, o próximo passo é conseguir o Miss Universo Globo Internacional, que vai ser em Dubai”

Quais as dicas para quem sonha em ser Miss?

“Tomem cuidado. Cuidem bastante da sua imagem. Mantenham uma alimentação saudável. Se mantenham dentro das atualidades, pois não é só beleza, é um conjunto. Façam aula de oratória, passarela. Hoje em dia tem cursos de modelo também. Tem que ter cuidado para não cair em golpes. É interessante a pessoa procurar concursos tradicionais, como o Mundo, o Globo e o Universo. É importante buscar o histórico da empresa e do fotógrafo. Não recomendo fazer ensaios sensuais

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!