Paciente espera horas por atendimento em UPA do Setor Brasicon, em Aparecida de Goiânia

Além da dificuldade para receber atendimento na unidade não havia álcool em gel disponível para os pacientes

Pacientes da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Setor Brasicon, em Aparecida de Goiânia, denunciaram ao Diário do Estado que estão aguardando horas na fila para receberem atendimento.

O borracheiro Alexandre Silva, 30, disse ter procurado a unidade de saúde nesta segunda-feira (29/11) e por falta de atendimento odontológico precisou retornar na manhã desta terça-feira (30). No entanto, teve que aguardar das 6h50 às 10h37 para ser atendido.  Ainda de acordo com ele, o local estava lotado e uma criança que aguardava a mais de 24 horas para ter o braço imobilizado.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“Estou aqui desde de ontem. Hoje eu cheguei 6h50 a médica era pra ter chegado 7h40 e chegou 8h15. Tem uma mulher aqui, que o filho dela está esperando desde ontem o encaminhamento para colocar o gesso no braço da criança”, relatou Alexandre.

De acordo com Alexandre, foi necessário alegar que iria chamar a imprensa para ser atendido. Mesmo assim, ele deve voltar a unidade amanhã que é quando seus exames ficam prontos.

“Quando deu 10h35 eu tive que dar um ‘pit’ lá dentro, falei que ia chamar a reportagem ai eles me atenderam rapidão. E assim mesmo não resolveu, mandou eu fazer um raio x e outros exames e é pra mim voltar amanhã, porque a medica não atende mais hoje”, contou.

Além da dificuldade para receber atendimento, Alexandre denuncia que na unidade não havia álcool em gel acessível aos pacientes. ” Você não acha um alcóol em gel”, ressaltou.

Nota

“A SMS informa que o quadro de médicos da UPA Brasicon conta, neste momento, com 6 médicos atendendo às urgências adultas e pediátricas. Com grande demanda desde o início da manhã, o fluxo na unidade está normal, sem interrupções, com a priorização dos casos mais graves seguindo a classificação de risco.”

Tags: