Palmeiras goleia o São Paulo, reverte agregado e fatura o Paulistão

Verdão não dá chances ao Tricolor e aplica 4x0 no Allianz Parque

A missão era difícil para o Palmeiras, mas a remontada veio. No Allianz Parque, o Verdão goleou o São Paulo por 4×0 e reverteu o placar agregado, após vitória por 3×1 do Tricolor no jogo de ida. Com isso, os palmeirenses faturaram o Campeonato Paulista pela 24ª vez na história. Além disso, foi o quinto título do técnico Abel Ferreira no comando palestrino, após duas Libertadores, uma Copa do Brasil e uma Recopa Sul-Americana.

A remontada do Palmeiras

O Palmeiras iniciou a partida com uma energia impressionante. Com as linhas altas e precisando de pelo menos dois gols para forçar os pênaltis, o time foi para cima. Logo aos sete minutos do primeiro tempo, a bola sobrou com Danilo e o meio-campista chutou para o gol.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O lance em questão gerou polêmica. O arremate teve bloqueio de Éder com o braço direito, que estava colado ao corpo. O árbitro foi analisar a jogada no VAR para um possível pênalti, mas não entendeu como lance faltoso e a partida teve seguimento.

LEIA TAMBÉM

• Vídeo: Vereadora impede colega de falar na tribuna após sindicatos serem acusados de “vagabundagem”• Palmeiras e São Paulo garantem vagas na Libertadores e Sul-Americana• Vídeo: Show de Henrique e Juliano é marcado por brigas e tumulto no interior de São Paulo

Na marca dos 21, o Verdão abriu o placar. Depois de escanteio curto, Gustavo Scarpa jogou a bola na área e Danilo cabeceou com precisão para estufar as redes.

O Palmeiras permaneceu em ritmo acelerado, enquanto o São Paulo não conseguia reagir. Aos 27, a bola sobrou dentro da área e Zé Rafael chutou de primeira. A bola bateu na trave e morreu no fundo da meta. Houve nova checagem no VAR por uma possível falta em Calleri, mas o árbitro confirmou o gol.

Com isso, as equipes foram para o intervalo com um empate no agregado. Aos dois minutos do segundo tempo, o Palmeiras tratou de marcar o terceiro. Dudu tocou de calcanhar para Raphael Veiga, que devolveu. Dudu avançou, balançou para cima de Diego Costa e cruzou na medida para Raphael Veiga desviar com liberdade.

Enfim, o São Paulo começou a ter as suas oportunidades. Alisson tentou duas vezes, aos 17 e aos 22, mas nas duas ocasiões o chute saiu por cima. Foram os palmeirenses que se reencontraram com o gol. Aos 35, Zé Rafael desarmou Igor Gomes e Gabriel Veron encontrou Raphael Veiga, que bateu com calma por baixo de Jandrei para fechar a goleada e confirmar o troféu.

Tags: