Home»Cotidiano»PC cumpre mandado contra empresários que usavam falsos documentos para fraudar impostos em DF

A estimativa é de que o grupo tenha sonegado cerca de R$ 50 milhões, em valores atualizados, desde 2013.

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

Na manhã desta quarta-feira (25), A Polícia Civil do Distrito Federal cumpre mandados de busca e apreensão, contra empresários do ramo de peças automotivas. Segundo a investigação, o grupo abria empresas de fachada para sonegar impostos.

As buscas foram autorizadas pela 1ª Vara Criminal de Brasília e são feitas em casas e empresas sediadas em Brasília e em endereços de Goiânia (GO). De acordo com os investigadores, o grupo usava documentos falsos para burlar a fiscalização.

No esquema, os empresários não pagavam impostos e acumulavam dívidas tributárias. Com o saldo devedor, eles montavam outras empresas em nome de laranjas e, assim, conseguiam “blindar o patrimônio”.

Quando eram descobertos, segundo a Policia Civil, os empresários montavam outras empresas e, então, continuavam o ciclo. Dessa forma, o governo não conseguia cobrar dos “laranjas” – que não tinham capacidade de pagamento.

A estimativa é de que o grupo tenha sonegado cerca de R$ 50 milhões, em valores atualizados, desde 2013. A apuração apontou ainda que o esquema causou prejuízo para outras empresas. O grupo acumula 116 ações na Justiça.

 

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!