PC identifica segundo suspeito de negociar estupro de menina de 11 anos, em Trindade

O homem será ouvida na manhã desta terça-feira (1º/2). A mãe da menor e um outro suspeito foram presos na última sexta-feira (28/1).

A polícia civil identificou um segundo suspeito de “negociar” vantagens sexuais com a mãe das meninas de 11 e 4 anos. A mulher foi presa na última sexta-feira (28/1), em Trindade, região Metropolitana de Goiânia. No celular dela, a polícia encontrou conversas que confirmam o crime. De acordo com a polícia, as meninas eram abusadas em troca de dinheiro e drogas.

A delegada Cássia Borges explicou que o suspeito estaria interessado na filha mais velha da acusada. Entretanto, não houve consumação.  O homem, que não teve a identidade revelada, será ouvido na manhã desta terça-feira (1º/2).

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“ Existe um suspeito de ter solicitado à genitora da vítima essas vantagens sexuais com a criança de 11 anos. Mas sem consumação. Ele será ouvido amanhã cedo”, contou a delegada.

Abusos

LEIA TAMBÉM

• Homem oferece chocolate para abusar de criança em Porangatu• Vídeo: Homem morre e carro fica totalmente destruído em acidente, na GO-050• Justiça proíbe festas com shows ao vivo em bares de Trindade

A menina contou para a polícia que começou a ser abusada aos 7 anos de idade, atualmente, ela tem 11 anos. No caso da caçula, os assédios começaram no ano passado, quando ela tinha três anos.

Cleiber Alves Ferreira, 53, também foi preso na sexta-feira (28/1), por suspeita de estuprar a filha mais velha da mulher e tentar negociar os abusos contra a mais nova. O exame de corpo de delito confirmou os estupros.

Na conversa o homem diz que a menina de 11 anos o deixa excitado e questiona se a mãe sente o mesmo.

Negociação. / Foto: Divulgação PC

Mãe: Vai colocar ela para me chupar

Cleiber: Você quer? Pensei que não gostasse kkkkk. Passar leite condensado e colocar a pequena para iniciar ne

Mãe: Eu gosto de mais kkk

Cleiber: Agora a gatinha está um tesão, né.

Mãe: Está mesmo.

Cleiber: Você tem tesão nela?

Mãe: Eu tenho.”

 Uma outra conversa indica que a mulher cometia atos libidinosos contra a filha caçula.

Negociação. / Foto: Divulgação PC

Cleiber: Foi o que consegui, blz [drogas e dinheiro]. Manda as fotos da gatinha. Como você falou para ela? Sobre o que ela vai compensar para mim?

Mãe: Está ótimo, já me ajudou demais. Já já te mando as fotos dela.

Cleiber: Tava vendo o vídeo e acho que já posso ir direto, ela aguenta sim (penetração). Seu dedão entrou quase tudo né.

Outras vítimas

Cleiber Alves já havia sido indiciado em agosto do ano passado pelo mesmo crime. De acordo com a delegada, ele era suspeito de ter abusado de uma menina de 15 anos, que era amiga da filha dele. No entanto, como não houve situação de flagrante na época, ele respondia ao processo em liberdade.

Cleiber Alves Ferreira. / Foto: Divulgação PC

Segundo a delegada, após a divulgação da foto dele, duas vítimas entraram em contato com a delegacia.

“Já tivemos duas ligações, mas uma vítima não quis se identificar disse que aconteceu faz muito tempo, a outra os fatos supostamente aconteceram em Goianira e serão remetidos para lá (apenas ligação por enquanto, ainda o fato vai ser apurado) ”, contou Cássia Borges.

Cleiber e a mãe das crianças vão responder pelo crime de estupro de vulnerável, com pena de 8 a 15 anos de detenção. A mãe das menores já tem passagens pelos crimes de Receptação, roubo e falta de habilitação para dirigir.

As meninas estão sob guarda da avó materna.

Tags: