POLICIA CIVIL PRENDE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA NO SETOR PARQUE ANHANGUERA II

Nesta quarta-feira (08) a Polícia Civil por intermédio da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH) realizou uma operação de busca e prisão na região do Parque Anhanguera, em Goiânia. Ao todo foram cumpridas nove prisões, sendo seis por homicídio, duas por tráfico de drogas e posse de arma de fogo, e um mandado de internação de menor.

A operação envolve dois inquéritos policiais por homicídio. As investigações apontaram que Carlos Roberto, um narcotraficante, estava em uma festa em uma chácara localizada na saída de Guapó, quando se desentendeu, com Raul Alarcão. Passado algum tempo Carlos foi a um Bar no setor Jardim Europa e de deparou novamente com Raul, acompanhado de Célio Roberto, Alírio Washington, Cleomar e um menor de idade, Raul assassinou a tiros Carlos Roberto.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

As investigações apontaram que todos os indivíduos, inclusive a vítima, integravam uma organização criminosa no Parque Anhanguera. Os mesmos além de cometer roubos e homicídios, atuavam na comercialização de drogas ilícitas à região Sudoeste da capital.

LEIA TAMBÉM

• PT e PP juntos no Mato Grosso podem aproximar Lula do agronegócio• Facebook é multado em mais de R$ 10 milhões por tráfico de animais silvestres• Cármen Lúcia envia à PGR indícios da interferência de Bolsonaro na investigação do MEC

A outra vítima, Mauro Sérgio, segundo as investigações foi assassinada a pauladas por Emanuel Felipe e Jeferson Henrique em uma briga. Os dois também residem no Parque Anhanguera  e possuem ligações com todos os investigados da morte de Carlos Roberto.

Durante a operação, na realização das buscas na residência de Célio foram apreendidos diversos tipos de drogas e uma arma de fogo calibre 38, carregada com 5 munições, mais 5 sobressalentes.

Com exceção de Raul Alarcão que agora se encontra foragido da justiça, todos os investigados foram presos e serão interrogados na Delegacia de Homicídios. Com essas prisões, a Polícia Civil acredita que os índices de criminalidade na região sudoeste cairão e a população do setor Parque Anhanguera e imediações terá um pouco mais de tranqüilidade e segurança