Polícia Civil prende suspeito de matar e esquartejar amigo em pensão de Goiânia

O suspeito, que confessou o crime, afirmou que a motivação teria sido uma discussão por ciúmes da companheira

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), prendeu, na terça-feira, 2, o suspeito do homicídio de Venilson Rodrigues dos Reis, cujo corpo foi encontrado esquartejado dentro de duas sacolas plásticas e uma mala, no interior de uma pensão, no Setor Leste Universitário, em Goiânia, no dia 20 de maio de 2018.

De acordo com as investigações, o autor e a vítima eram amigos e moravam na mesma pensão. Logo após o crime, o suspeito deixou a capital goiana e fugiu para o estado do Tocantins. Após longo monitoramento, ele foi localizado e preso, na cidade de Marianópolis, no Tocantins, distante cerca de 900 km de Goiânia.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Ao ser interrogado, o suspeito confessou o crime. Como motivação, apontou que teria tido uma discussão com a vítima por uma crise de ciúmes em relação a sua companheira. Após matar a vítima, o suspeito teria utilizado uma faca, um facão e uma marreta para desmembrar as partes do corpo da vítima. Agora, ele deve ser julgado e continuar preso para cumprimento da pena.

LEIA TAMBÉM

• Covid-19: Veja onde se imunizar nesta quarta-feira, 17, em Goiânia• Bolsonaro tem agenda em Goiânia na quarta-feira, 24• Vídeo: Motorista desrespeita sinal de pare, bate veículo e invade supermercado, em Goiânia

Tags: