Polícia prende 19 alunos clandestinos de medicina

A Polícia Civil investiga alunos de medicina que ingressaram no curso de forma ilícita. Cerca de 19 universitários foram presos.

A Polícia Civil investiga alunos de medicina que ingressaram no curso de forma ilícita. Cerca de 19 mandados de prisão temporária e de busca e apreensão foram cumpridos em Goianésia, Formosa e na Bahia.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Danilo Fabiano, as investigações começaram a cerca de cinco meses. Os suspeitos ingressaram no curso de medicina com a utilização de documentos falsos. Investigações apontaram que foram falsificados documentos de 8 instituições de ensino superior de medicina no Brasil, as quais confirmaram as irregularidades. Para alguns, a falsificação dos documentos custaram certa de R$ 48 mil.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Ainda de acordo com o delegado, os suspeitos conseguiram vagas em processos seletivos de transferência externa nos períodos finais do curso. Momento em que os estudantes já estavam prestando atendimento à comunidade. Gerando assim, um risco à vida e saúde das pessoas atendidas.

LEIA TAMBÉM

• Ainda não declarou o IR 2022? Saiba como tirar dúvidas gratuitamente em Goiânia• Abertas mais de mil vagas de estágio em diversas áreas para todo o estado de Goiás• PF apreende mais de R$ 120 mil do comércio ilegal de cigarros, em Catalão

A maior parte dos envolvidos são do Paraguai e ingressaram em faculdades brasileiras, principalmente goianas. As investigações continuam para identificar outros universitário que fazem parte do esquema criminoso.

Tags: