Policial Militar que agrediu advogado em Goiânia é afastado

A agressão aconteceu na tarde desta quarta-feira (21) após o advogado defender um morador de rua que apanhava dos policiais

Em nota, a Secretária de Segurança Pública informou o afastamento do policial militar envolvido na agressão contra um advogado na tarde desta quarta-feira (21), em Goiânia.

”O Comando Geral da Polícia Militar determinou o afastamento imediato das atividades operacionais do policial militar envolvido na abordagem. Ademais, foi instaurado procedimento administrativo disciplinar para apuração rigorosa das condutas dentro do que a lei determina.”

A abordagem aconteceu nas imediações do terminal Praça da Bíblia, região leste da capital goiana. O advogado Orcélio Ferreira Silvério Júnior foi agredido por policiais do Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro) com tapas e socos e foi arrastado pelo chão, após ser algemado. A vítima teria sido abordada após tentar interceder por um homem em situação de rua, também agredido pelos agentes.

Segundo a pasta, todas as medidas administrativas e disciplinares foram adotadas e o policial afastado imediato das atividades operacionais.

Imagens foram gravadas por quem passava no local. A população tentou impedir a agressão, no entanto, sem sucesso.

A vítima também contou que foi agredida no pátio da delegacia da Polícia Civil e na triagem. Além disso, afirmou ter pedido ajuda mas não foi ouvido. “Teve uma policial que não quis se identificar, que foi negligente e omissiva, no momento em que pedi socorro e estava sendo torturado.”

Confira a nota na íntegra 

NOTA SSP-GO

”A Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO) informa o que se segue:

– Assim que tomado conhecimento sobre a ocorrência envolvendo policiais militares do Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro), nesta quarta-feira (21/07), em Goiânia, todas as medidas administrativas e disciplinares foram adotadas.

– O Comando Geral da Polícia Militar determinou o afastamento imediato das atividades operacionais do policial militar envolvido na abordagem. Ademais, foi instaurado procedimento administrativo disciplinar para apuração rigorosa das condutas dentro do que a lei determina.

– A Diretoria Geral da Polícia Civil instaurou procedimento administrativo na corregedoria da instituição para apurar a condução do caso pelos policiais civis dentro da delegacia, onde a ocorrência estava sendo registrada.

– A SSP-GO não coaduna com qualquer ação perpetrada por agentes que integram as forças policiais do Estado que não seja pautada pela aplicação do procedimento operacional padrão.

– A Secretaria de Segurança Pública de Goiás assegura que ações isoladas, que não condizem com as diretrizes das corporações e instituições que compõem esta pasta, são rigorosamente apuradas com as devidas punições aplicadas.

– As forças de segurança pública do Estado de Goiás trabalham com objetivo de garantir a ordem, bem-estar e tranquilidade da sociedade goiana.

Secretaria de Estado da Segurança Pública – Governo de Goiás”

Tags: