Preço do pescado apresenta variação de 187% em Goiânia; veja locais mais baratos

Tilápia foi o peixe que apresentou maior variação (187%), seguido pelo tambaqui (186%) e o bacalhau (131%)

Com a semana santa se aproximando, o consumidor precisa ficar atento na hora de comprar o pescado, mais tradicionalmente consumido nesta época do ano. Acontece que o valor do quilo dos peixes em Goiânia teve uma variação de 187%. A tilápia foi a espécie que  apresentou a maior variação sendo encontrada na faixa entre R$ 13,89 a R$ 39,90 o quilo.

Outros peixes como o tambaqui e o bacalhau apresentaram oscilação de 186% e 131%, respectivamente. O tambaqui apontou diferença do preço do quilo entre R$ 13,95 a R$ 39,90, já o bacalhau de R$ 82 a R$189.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Segundo o gerente de cálculo do Procon Goiás, Gleidson Tomaz, o órgão visitou 19 estabelecimentos, entre os dias 20 de março e 7 de abril, apurando os preços de 39 itens. Veja lista completa aqui.

LEIA TAMBÉM

• Vítima de atropelamento pelo ex, mulher deixa Espanha e volta a Goiânia• Em Goiânia, jovem mata namorada que ameaçou ‘jogar feitiço’ nele• Tráfico de drogas e armas corre solto nas plataformas digitais

“Esses produtos estão 5,5% mais caros do que no ano passado. O tambaqui foi o que mais aumentou, ele sofreu um aumento de 17% esse ano. Porém, alguns produtos também sofreram queda como o pintado que teve o preço diminuído em 8,9%. Isso possibilitou que o aumento médio ficasse na faixa de 5,5%”, explicou.

Cuidados

Para o gerente, o consumidor precisa ficar atento aos preços e adotar a pesquisa para evitar pagar mais caro nos produtos. Ele diz ainda que com um cenário menos alarmante após dois anos de pandemia da Covid-19, alguns comerciantes visitados têm a expectativa de que o volume de venda seja melhor que o do ano passado.

“O consumidor deve pesquisar durante este período porque a variação do preço é muito grande. Outra ponto que o consumidor precisa ficar atento e a qualidade do produto que é fundamental. Uma dica é prestar atenção se o freezer não está muito lotado, já que precisa ter um espaço no ambiente para que os produtos sejam refrigerados. Além disso, é bom olhar se não há bolinhas de gelo na embalagem e se o produto não está vencido”, concluiu.

Tags: