Prefeito de São Simão preso acusado de pedofilia foi secretário de Cidadania de Marconi

MP-GO e Polícia Civil deflagram operação para apurar crime contra dignidade sexual de menor em São Simão

MP-GO e Polícia Civil deflagram operação para apurar crime contra dignidade sexual de menor em São Simão

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) e a Polícia Civil deflagraram hoje (28) a Operação Paideia, o alvo é Francisco de Assis, atual prefeito da cidade de São Simão no sul de Goiás.

A operação apura uma suposta participação de Assis em crimes contra a dignidade sexual de menor. Seis vítimas procuraram o MP-GO. Na redes sociais circulam vídeos do prefeito fazendo nudes para vítimas. Após a primeira denúncia várias vítimas tomaram coragem e denunciaram o prefeito.

Francisco de Assis Peixoto, é contabilista e empresário. E foi empossado no cargo Secretário de Cidadania e Trabalho pelo então governador Marconi Perillo. No governo tucano, Assis comandou os programas: Renda Cidadã, Passaporte do Idoso, Balcão de Direitos, Jovem Cidadão, Pão e Leite e Passe Livre Intermunicipal. O prefeito continua preso em Goiânia.