Prefeito eleito no RS é condenado a pagar R$ 106 mil por divulgar pesquisa falsa

A pesquisa chegou a ser divulgada na Band do Rio Grande do Sul

O prefeito eleito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), foi condenado a pagar R$ 106 mil por divulgar, nas redes sociais, uma pesquisa falsa na véspera da votação do segundo turno, que apontava a sua vitória. A decisão foi tomada pela juíza eleitoral da 158ª zona, Gladis de Fátima Canelles Piccini, e atendeu pedido da adversária de Melo, Manuela D’Ávila (PCdoB). A medida ainda cabe recurso.

Na decisão, a magistrada observou que “além de ter ficado provada” a divulgação da pesquisa falsa, esta “não foi contestada”. A defesa de Melo argumentou que a pesquisa chegou a ser divulgada pela Band do Rio Grande do Sul, mas a juíza entendeu que isso não poderia ser usado como argumento para anular a condenação.

A juíza salientou, também, que o candidato eleito e o grupo Bandeirantes devem ser investigados pela Polícia Federal. A assessoria de Melo informou que “está recorrendo” da condenação e “que tão logo teve ciência de que a pesquisa poderia ser falsa, determinou a sua retirada das redes da campanha”.

Tags: