Jornal Diário do Estado

Prefeitura de Goiânia realiza serviço de retirada de folhas secas no Parque Atheneu

Atividade de limpeza busca conter o aumento de folhagem em vias neste período de estiagem. Serviço, executado pela Comurg, é classificado como essencial para o asseio, conservação da cidade e preservação da saúde pública

A Prefeitura de Goiânia intensificou os serviços de remoção de folhas que caem em ruas e avenidas, em razão do período de estiagem. Nesta quarta-feira ,02, a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) levou equipes ao Parque Atheneu, região onde há maior incidência de quedas de detritos orgânicos proveniente das árvores.

As frentes de varrição, catação e rastelação em vias públicas contemplaram reforço em 150 circuitos, durante o expediente do dia. O cronograma beneficia regiões onde ocorrem maior queda de folhas em função do período de estiagem e mudanças climáticas bruscas. São exemplos o Jardim América, Vila Aurora, Jardim Goiás, Centro, Vila Rica, Parque Amazônia, Pedro Ludovico, Vila Isaura, Cidade Jardim e Vila Aurora.

O presidente da Companhia, Alisson Borges, destaca que o trabalho de varrição é importante para conter o volume de folhas secas no chão. Espécies como sete-copas, gameleira e jambo-do-pará são as que mais produzem folhas. “O Parque Atheneu é exemplo de uma região em que há reforço de retirada de folhas de ruas e praças”, destaca.

Limpeza e conservação

Ainda segundo Borges, o serviço é classificado como essencial para o asseio, conservação da cidade e preservação da saúde pública. Conforme a demanda do local, os trabalhos são diários ou executados três vezes por semana, nos períodos diurno e noturno. A programação contempla, também, o Setor Marista, Conjunto Riviera, Vila Romana, Jardim Guanabara, Jardim Petrópolis, Santa Genoveva, Jaó, João Braz, Novo Horizonte e Jardim Europa.

Alisson Borges informa que o mapeamento das atividades de varrição leva em consideração as regiões de maior circulação de pessoas nas vias, além da presença mais expressiva de árvores em locais com maior incidência de queda das folhas secas. “A Companhia mantém as rotas de varrição com reforço durante o período de seca para evitar acúmulo de resíduos e propiciar um ambiente mais limpo e saudável”, pontua.

Enquanto realizam as atividades, os agentes da Comurg alertam a população para não atear fogo nas folhagens. A medida mais correta é varrer a calçada, ensacar e deixar próximo às lixeiras. “Essa atitude ajuda na limpeza, e é uma forma segura e correta como exemplo de cidadania”.