Prefeitura de Pirenópolis cancela Carnaval

Evento que atrai milhares de turistas de Goiás e de outras regiões do País não terá a edição deste ano por causa do avanço da ômicron. Eventos privados não serão autorizados

A ômicron obrigou mais uma cidade goiana a cancelar o Carnaval 2022. A Prefeitura de Pirenópolis oficializou a decisão considerando o impacto da variante ômicron no município. Também não haverá autorização para eventos ligados à festa. Até esta sexta (11), a cidade registrou 5443 casos confirmados e 62 óbitos causados pela doença.

Em comunicado oficial, a gestão municipal destacou a medida como necessária para a preservação da saúde pública. “Tendo em vista a proteção de seus moradores e visitantes, a Prefeitura de Pirenópolis informa que não promoverá festas públicas de carnaval e não expedirá alvarás de eventos carnavalescos. Lembra também da importância de todos seguirem as medidas de biossegurança vigentes”, afirmaram.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Aruanã foi o primeiro município do estado a cancelar o feriado de Carnaval pelo segundo ano consecutivo. Em Goianésia, em Caldas Novas, Goiânia e em São Simão não haverá programação oficial entre 28 de fevereiro e 1° de março. A tentativa de coibir aglomerações fez a Prefeitura de Goiânia a suspender o ponto facultativo. Porém, o governo estadual optou por manter a paralisação das atividades nas repartições municipais.

LEIA TAMBÉM

• Morte de médica em hospital de Pirenópolis segue sob investigação• Em Pirenópolis, médica é encontrada morta dentro do banheiro de hospital• Infecções simultâneas e redução da imunidade pela Covid: mitos e verdades

Em 2020, nenhuma das duas esferas de governo decretou o ponto facultativo para tentar conter a disseminação do coronavírus com a redução de chances de aglomeração de pessoas. À época, o Executivo municipal decretou o fechamento de bares e restaurantes às 23 horas e das distribuidoras de bebida e lojas de conveniência às 22 horas.

Tags: