Preso conselheiro tutelar que fez foto da filha armada, em Acreúna

O ex-conselheiro tutelar foi preso na tarde desta sexta-feira (26)

Foi preso na tarde desta sexta-feira (26) em Acreúna, cidade cerca de 150 km da capital Goiânia, o conselheiro tutelar de Jandaia, suspeito de mandar uma foto da filha de 4 anos segurando uma arma de fogo, para a ex-mulher. O homem também está sendo investigado por ameaçar de morte a ex-companheira.

Segundo a Polícia Civil de Goiás, a prisão foi efetuada após informações compartilhadas entre a corporação e a polícia militar. O conselheiro tutelar estava foragido há 10 dias.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

De acordo com o delegado Luiz Gonzaga, responsável pela investigação do caso, o homem foi encaminhado para a delegacia de policia, onde serão tomadas as providências legais após a prisão do mesmo.

Relembre o caso

O homem que foi preso teria enviado uma foto da filha mais velha com uma arma de fogo para a ex-mulher, que já tinha uma medida protetiva contra ele. Em decorrência deste episódio, foi decretada no dia 16 de novembro a prisão preventiva do homem, que perdeu o cargo de conselheiro tutelar.

Além da foto enviada para a ex-mulher, o ex-conselheiro ameaçava a ex-mulher por áudios, nas gravações ele exige que a mulher abandone o emprego e a ameaça de morte.

“Pode trabalhar onde você quiser, mas se continuar lá, vou te matar. Se fizer isso, pode ficar com quem você quiser em Jandaia. Mas se continuar lá no emprego, vou te matar. Eu jurei pela alma das minhas filhas. Quero que elas queimem no inferno se eu não cumprir minha promessa”, afirmou o homem em uma das ameaças feitas por áudio.

Em outros áudios o homem afirmou ter viajado para Goiânia para adquirir a arma de fogo e que estaria disposto a usá-la para acertar as contas com a ex-mulher. Nos áudios o homem também demonstra desdém em relação ás denúncias feitas á polícia.

Tags: