Home»Cotidiano»Presos suspeitos de homicídio e ocultação de cadáver em Catalão
0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

As Polícias Civil e Militar de Goiás, por meio das equipes da 1ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Catalão e do 18º Batalhão da Polícia Militar da cidade, em operação integrada na noite de ontem (4), localizaram o corpo da vítima Allisson Carlos Bruno Teixeira e prenderam os suspeitos Carlos Magno Rodrigues de Freitas (32 anos), Luana da Silva Nunes (28 anos) e Bruno Ribeiro de Sá (25 anos). Eles são suspeitos dos crimes de homicídio e ocultação de cadáver.

Segundo apurado, desde o dia 24 de junho último a vítima Allisson Carlos, 25 anos,o qual fora preso em flagrante em Catalão no dia 16 de abril deste ano pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas, desapareceu ao sair de casa no fim da tarde. Sem nenhuma notícia de seu paradeiro, após serem acionadas por familiares que moram em Goiânia, equipes das Polícias Civil e Militar passaram a buscar elementos que pudessem levar à elucidação do desaparecimento.

No final da tarde de ontem (4), após diligências investigativas e oitivas de testemunhas-chave, a Polícia Civil chegou ao nome de três suspeitos: Carlos Magno, Luana da Silva Nunes e Bruno de Sá. Imediatamente, a autoridade policial representou pela decretação das prisões temporárias deles, as quais foram autorizadas pelo Poder Judiciário. Logo após, as equipes da PC e PM iniciaram as diligências para a localização dos alvos e, em menos de uma hora, realizaram as prisões. Entrevistados de imediato, dois dos três suspeitos confessaram os crimes, levando a Polícia até onde haviam assassinado e ocultado o corpo da vítima.

Após a localização do corpo, que foi recolhido ao IML local, os suspeitos foram interrogados formalmente na delegacia e em seguida recolhidos ao Sistema Prisional. As diligências continuam porque há pelo menos mais um envolvido nos crimes que, embora já identificado, ainda não foi localizado.

Carlos Magno tem passagens policiais por lesão corporal, furto e tráfico de drogas. Luana também tem antecedentes por receptação, tráfico de drogas e homicídio.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!