Princípio de tumulto em presídio de Anápolis é controlado

Depois de receber 558 detentos transferidos da Penitenciária Odenir Guimarães (POG), o novo presídio de Anápolis sofreu com um princípio de tumulto. De acordo com o diretor da instalação, Fabio Assunção, a situação foi rapidamente normalizada.

De acordo com vizinhos do presídio, houve barulho de bombas e tiros. A administração da unidade prisional confirmou o tumulto. O presidente da Associação dos Servidores do Sistema Prisional do Estado de Goiás, Jorimar Bastos, alega que o presídio de Anápolis ainda está em obras e, portanto, não seria adequado para receber os presos.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A instalação foi construída para receber 300 detentos e sequer foi inaugurada. Os serviços de abastecimento de água e energia foram ligados na manhã desta sexta-feira, 24. Diretor do presídio, Fábio Assunção atesta que a carceragem do local está finalizada e o presídio tem condições de abrigar os presos.

LEIA TAMBÉM

• Anápolis: motorista de van é preso suspeito de estuprar criança de 3 anos• Feira Gaúcha adota entrada solidária, com doação de alimentos, em Anápolis• Trechos das BR-153 e BR-414 estão parcialmente bloqueadas

*Com informações do Jornal O Popular

Tags: