Jornal Diário do Estado

Procon apreende produtos adulterados em supermercado de Itumbiara

Estabelecimento terá 20 dias para apresentar justificativa ao Procon, podendo ser multado em até R$ 11 milhões por fraude

Um supermercado de Itumbiara, na Região Sul de Goiás, foi autuado pelo Programa de Defesa do Consumidor (Procon) da cidade, após ser flagrado comercializando produtos vencidos e também com data de fabricação futura. Agora, o estabelecimento terá 20 dias para apresentar justificativa sobre as duas situações, podendo ser multado em até R$ 11 milhões por fraude. O flagra foi realizado nesta segunda-feira, 8, durante uma fiscalização de rotina do órgão.

Segundo o superintendente do Procon de Itumbiara, Alessandro Zanin, alguns produtos como bandejas de carnes e temperos estavam com datas de fabricação entre 18 e 23 de agosto. Ou seja, teoricamente foram feitos na semana que vem, numa evidente tentativa de esticar a validade dos itens. 

“No ato da fiscalização encontramos produtos vencidos e com data futura. Alguns, por exemplo, tinham informação de datas de fabricação no dia 12, 18 de agosto e outros tinham datas até do mês de setembro. O Procon realizou a apreensão dessas mercadorias, dentre elas: linguiça, carne seca, bacon, temperos e outros condimentos”, explicou.

Orientação do Procon de Itumbiara

Alessandro orienta a população para que fiquem atentos a data de validade dos alimentos, além da data de fabricação, a fim de evitarem prejuízos e até problemas de saúde. Vale lembrar que produtos vencidos, principalmente derivados do leite, são prejudiciais à saúde, visto que podem causar infecções e até levar à morte. 

“O Procon de Itumbiara chama a atenção dos consumidores para que fiquem atentos na hora de realizar alguma compra, como comprar alimentos em supermercados. Olhe a data de validade e também, agora, a data de fabricação”, concluiu.