Procon divulga pesquisa de preços de material escolar

O Procon Municipal realizou pesquisa de preço em nove papelarias em Goiânia e encontrou variação de preços de até 300%. O levantamento foi feito entre os dias 2 e 8 de janeiro e tem o objetivo de auxiliar os pais que farão compras do material escolar dos filhos. 

O órgão apresentou uma lista com 39 itens escolares para pesquisa de preço, comparando o menor valor e o maior valor relativos a cada material da lista. Foram coletados preços de apontador, borracha, caderno, canetas esferográfica e hidrográfica, colas em bastão e líquida, fita corretiva, giz de cera, lápis preto e colorido, lapiseira, marca texto, papel sulfite e mochila.

O preço de uma régua de 30 cm variou de R$ 0,90 a R$ 3,49. A caixa de giz de cera com 12 cores apresentou uma diferença de 180%. O menor preço foi de R$ 2,10 e o maior preço de R$ 5,90.

A variação do preço da borracha grande (branca com capa plástica) atingiu 20,37%, de R$ 5,40 a R$ 6,40.  Uma tesoura escolar sem ponta e de cabo plástico apresentou variação de 35%, com preços entre R$ 5,90 a R$ 7,99. Um caderno de capa dura, com 96 folhas, pode ser encontrado de R$ 4,00 a R$ 5,90. Já o caderno universitário, 10 matérias, o menor preço foi de R$ 9,90 e maior preço de R$ 29,50.

Após comparação de 30 produtos comuns entre as pesquisas realizadas neste ano e no ano passado, constatou-se, em média, acréscimo de 121% no preço desses itens.

Veja a pesquisa completa aqui.

Close