Protesto de caminhoneiros continua em dez rodovias de Goiás

Dez trechos de rodovias em Goiás permanecem parcialmente ou totalmente bloqueados por caminhoneiros, informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na manhã desta terça-feira (22).

A categoria cobra uma posição do governo federal contra o aumento do diesel e do Projeto de Lei 528, que determina que seja estabelecido um valor mínimo de frete, entre em vigor.

Na segunda-feira (21), motoristas particulares aderiram ao movimento, fechando a entrada da Base de Distribuição de Combustíveis (Poll) no Jardim Novo Mundo, em Goiânia. O presidente da Cooperativa dos Motoristas Particulares de Goiás, Fabrício Feitoza, explicou para o Diário do Estado que todos os aplicativos de transporte de Goiás, dentre outros, são contra o aumento constante no preço dos combustíveis.

Os motoristas particulares também aderiram ao movimento. Segundo presidente da cooperativa dos motoristas particulares de Goiás, Fabrício Nelio Feitoza, eles são contra o aumento constante no preço dos combustíveis.

Foto: PRF
Close