Quadrilha que movimentou mais de R$ 20 milhões em notas falsas é alvo de operação da PF

Corporação cumpriu dois mandados de busca e apreensão contra quadrilha que agia em Águas Lindas de Goiás

Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Federal (PF) do Distrito Federal (DF), nesta sexta-feira (10), com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada na fabricação de notas falsas, em Águas Lindas de Goiás. A ordem dada pelo Juízo Federal da Subseção Judiciária de Anápolis, visa dar continuidade a operação batizada de “Predador”, que começou em setembro do ano passado, após a apreensão de mais de R$ 200 mil em notas falsas.

Segundo a corporação, a quadrilha falsificava milhares de reais com alta qualidade de contrafação na cidade goiana. O dinheiro que contava até com cédulas de R$ 200, era enviado para pelo menos 14 unidades da Federação.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Um dos suspeitos, conforme a PF, é responsável pela fabricação e derrame de mais de R$ 20 milhões de notas falsas no país entre os anos de 2020 e 2021. Ele foi indiciado pela prática dos crimes de moeda falsa em concurso material com associação criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas somadas podem chegar a mais de 25 anos de prisão.

LEIA TAMBÉM

• Delegado do caso Milton Ribeiro pede ao STF a prisão da cúpula da PF• Mercado de segurança privada em Goiás contraria tendência nacional de queda• Goiás é alvo de operação contra ‘laranjas’ suspeitos de movimentar R$ 18 milhões

Tags: