Radar: Devagar com o andor

Em entrevista á Rádio Mil, a senadora Lúcia Vânia (PSB) disse que “antecipar a eleição é acirrar atritos.” Para ela, não se deve falar em eleição antes da “solução da Lava Jato”, e também em respeito aos 12 milhões de desempregados, que não querem nem ouvir falar em políticos.

 

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Nem pensar

LEIA TAMBÉM

• Sasha Meneghel leva golpe de R$ 1,2 milhão de ex-sócio de Silas Malafaia• MP apura irregularidades no rodeio da Prefeitura de Senador Canedo• Registro de novas armas dobra em Goiás em apenas dois anos

Na mesma entrevista, Lúcia Vânia reafirmou que o PSB não aceita a criação da Secretaria da Habitação, em substituição à Agehab, que seria destinada a Lissauer Vieira.

 

Aliás…

Sobre os desentendimentos com a base aliada, ela disse que fica surpresa com “pessoas que entraram ontem e querem me cobrar. Já fiz muito pelos governos Marconi”. Afirmou que não se preocupava com isso, mas que agora vai divulgar mais o trabalho que realizou e realiza.

 

Os excluídos

Lúcia frisou que o PSB tem três representantes na Assembleia Legislativa – Marlúcio Pereira, Lissauer Vieira e Diego Sorgatto – e mesmo assim ficou de fora da sucessão de Helio de Sousa.

 

Pingos nos is

Vale lembrar que a eleição de José Vitti aconteceu no mês de julho de 2016. Na ocasião, Marlúcio Pereira estava em plena campanha pela prefeitura de Aparecida de Goiânia e Lissauer Vieira foi indicado para concorrer à sucessão de Juracy Martins em Rio Verde. Os dois perderam a eleição, respectivamente, para Gustavo Mendanha e Paulo Valle, ambos do PMDB.

++++++

PMDB de resultados

Sob olhares ressabiados de líderes do PMDB – até mesmo do próprio filho Daniel – Maguito Vilela entoa hoje um parabéns pra você a Marconi, na inauguração do Instituto Tecnológico de Goiás (Itego) em Aparecida de Goiânia, às 15 horas.

 

“Não vou me apequenar”

Ontem, ao entrevistar o prefeito Iris Rezende em suas mídias sociais, o vereador Jorge Kajuru perguntou se ele fosse política prenderia o ex-prefeito Paulo Garcia? “Eu não quero me apequenar”, desconversou Iris.

Meu foco é outro

“Eu não estou pensando em Paulo Garcia. Estou preocupado é com a população de Goiânia”, disse ontem Iris Rezende.

 

Vaga no céu

Atenção caçadores de dotes: o conselheiro Nilo Resende programou aposentadoria para 2018 no Tribunal de Contas dos Municípios.

 

Vai ficando…

O conselheiro Tião Caroço faz mistério sobre sua aposentadoria no TCM. Aos amigos, ele admite que aguarda orientação do governador Marconi Perillo, mas aos interessados no cargo, ele afirma de pés juntos que ainda não tem tempo ainda para pendurar as chuteiras.

 

Hora de projetar

Reunião ontem entre a cúpula do PSD – Vilmar Rocha, Thiago Peixoto, Heuler Cruvinel, Lincoln Tejota e Francisco Júnior – aprovou a realização de quatro encontros regionais da legenda para ouvir demandas da população visando 2018.

 

Medindo forças

Nos bastidores da base aliada fala-se na formação de um blocão, com PSB, PPS, PTB e PSD, para influenciar decisivamente nas eleições de 2018.

 

Simples assim?

Do líder do PMDB na Assembleia Legislativa, José Nelto: “Quer acabar com a corrupção, acabe com os tribunais de contas”.

 

Afinando o discurso

A bancada estadual do PMDB pôs a conversa em dia ontem com o prefeito de Goiânia, Iris Rezende.

 

Batendo cabeça

A representação de Goiás no Senado virou briga de cachorro grande. A rigor, nenhum dos três senadores amarram os burros no mesmo toco.

 

Recadastramento

Por meio de edital, assinado por Vanderlan Cardoso, o PSB de Goiânia está convocando filiados para recadastramento até 20 de março. Quem não atender o chamado pode ter ficha suspensa e até cancelada.

 

Ministro descartável

A julgar pelo enredo traçado pelo presidente Michel Temer para fritar o ministro Eliseu Padilha, o Palácio do Planalto pode usar até o artifício da “justa causa” para não pagar o FGTS ao titular da Casa Civil. Se serviu, bem; se não serviu, descarta…

 

Aposentadorias

Articulação da deputada Adriana Accorsi (PT), audiência pública dia 13, na Assembleia Legislativa, vai discutir a Reforma da Previdência (PEC 287/16).

Ofensiva de Caiado

Mídia eletrônica do Democratas, na voz do senador Ronaldo Caiado: “No site http://www.paradefendergoias.com.br  sua voz será ouvida”.

 

Portal da Transparência

Desde o mês de dezembro do ano passado, o número de requerimentos de dados governamentais com base na Lei de Acesso à Informação (LAI) tem apresentando crescimento. No último mês de 2016, os usuários do sistema registraram 331 pedidos LAI, número que saltou para 470 em janeiro e 489 no mês de fevereiro.

 

Priorizar projetos

O deputado federal Thiago Peixoto (PSD) diz que o partido não fulanizar o debate eleitoral de 2018. Para ele (foto), é preciso construir uma agenda baseada em projetos e, não, em nomes. Por isso considera fundamental ouvir as aspirações da sociedade. “Nada contra o passado, só queremos construir novo”, diz. Thiago (foto) assegura que seu pai, Flávio Peixoto, deve ser peça fundamental na elaboração do programa de governo do PSD.

Sob