Radar: Gastando a botina

Gastando a botina

Mergulhado na pesada agenda do Goiás na Frente, o vice-governador José Eliton enfrentou a dureza das longas distâncias no Nordeste goiano, terreno que conhece bem por ter sido criado em Posse. Mas cuidou de se proteger com uma botina, daquelas que lembram os tempos do Goiás agrário. A foto é de Wildes Barbosa.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Agora é oficial

LEIA TAMBÉM

• José Eliton entregou Governo para sucessor sem dinheiro para pagar servidores, atesta TCE• José Eliton deixa ninho tuncano rumo ao PSB de Geraldo Alckmin• Ex-governador José Eliton é alvo de operação da Deccor

O Diário Oficial da União de ontem publicou a habilitação do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, como Centro de Referência em Assistência a Queimados de Alta Complexidade.

A Lúcia o que é de…

A habilitação teve as digitais da senadora Lúcia Vânia (PSB), que levou a ideia ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, e trabalhou para que o processo tramitasse em regime de urgência.


Juntos por Goiânia

Para destravar a pauta de assuntos de Goiânia, o governador Marconi Perillo recebeu ontem, à tarde, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o prefeito Iris Rezende.

Brincadeirinha de Iris

Iris, em tom de brincadeira, disse que o governo do Estado está se movimentando tanto no interior que “Goiânia está ficando com ciúmes”.

Campeões de mandato

Na saída da audiência, apontando para Iris, Marconi disse: “Nós dois temos muitos mandatos juntos e não é só de governador não”.

Ainda é cedo

Em diálogo exclusivo com Radar, Iris Rezende disse que é cedo para escolher o candidato da oposição a governador: “Quem sair agora, queima”, argumentou.

Manifestação de apoio

Sobre a visita a Michel Temer, Iris afirmou que foi levar seu apoio, e que, particularmente, achou uma maldade o que foi feito com o presidente .

Diálogo reservado

Antes da reunião com técnicos do Estado e da Prefeitura de Goiânia, Iris teve uma conversa reservada, sem testemunhas, com o governador.

Tratamento vip

Na saída, o governador foi com Iris pelo elevador privativo e fez questão de levá-lo até o estacionamento interno do Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

Uma Celg a menos

O mar não está pra peixe. O Governo de Goiás que vem se destacando nos números da economia sofreu uma baixa significativa na arrecadação no primeiro semestre deste ano, em relação à do ano passado. Foram 6% a menos, o que dá um total de quase R$ 700 milhões, quase o total de recursos recebidos pela venda da Celg.

Impacto nos municípios

Isso vai impactar também na arrecadação dos municípios, que recebem 25% do total do ICMS arrecadado. Vai ser mais pires na mão.

Visita oficial

Marconi acertou com Iris que fará uma visita oficial ao prefeito no Paço Municipal, a primeira da atual gestão do peemedebista, no próximo dia 3 de agosto.


Triunvirato

Goiânia recebeu nos últimos dias as visitas de Ciro Gomes, Eduardo Suplicy e Fernando Haddad.

Agenda microeconômica

Em recente audiência com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o deputado Thiago Peixoto (PSD) sugeriu ao ministro a formatação de uma agenda microeconômica no Brasil, como forma de estimular os pequenos negócios e aumentar a competitividade.

Resistências explícitas

A última de Brasília: A perspectiva de elevação de impostos pelo governo federal incomodou influentes integrantes da base de apoio do presidente Michel Temer.

Foto: Walter Peixoto


O novo Demóstenes

As voltas que a vida dá. O ex-senador Demóstenes Torres, que já foi um dos homens fortes da República, hoje dirige o próprio carro. Brinca que virou motorista de seu assessor de imprensa. “Sou uma pessoa muito mais humilde do que era. Sei compreender as pessoas muito mais que antes”, afirma.

“Anta política”

Ao fazer uma comparação entre a habilidade de Dilma Rousseff e de Michel Temer, Demóstenes dispara: “A Dilma é uma anta política”.

Cruz, credo!

Segundo Demóstenes, na época em que era senador, parlamentares relatavam que Dilma, quando ficava nervosa, costumava até arremessar cinzeiros durante reuniões no Palácio do Planalto.

Tags: