Radar: Victor Priori retorna ao PSDB

O empresário Victor Priori, que disputou a última eleição para prefeito de Jataí pelo DEM, assumiu mandato ontem na Assembleia Legislativa, no lugar de Lêda Borges, que volta à Secretaria Cidadã. Uma das condições de Priori para assumir foi de ficar na titularidade do mandato nos próximos dois anos. De quebra comunicou ao governador Marconi Perillo retorno ao PSDB.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram
Digitais de Maguito

Uma curiosidade: Victor Prior diz ter se filiado ao Democratas numa articulação comandada pelo ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Maguito Vilela.

LEIA TAMBÉM

• Veja os compromissos goianos do final de semana no Brasileirão• Caiado autoriza recuperação da GO-142 entre Formoso e Tocantins• Claudia Raia conta que Marisa Monte perdeu a virgindade com Alexandre Frota

Caso de polícia
Há uns dois anos, o então prefeito de Goiânia Paulo Garcia considerava a Comurg “um monstro”. O vereador Delegado Eduardo Prado (PV) disse que percebeu, pelo relato de Iris Rezende na Câmara, que a Comurg “é um caso de polícia”.

Tulha cheia
Do governador Marconi Perillo, ontem, numa das audiências com prefeitos: “Se não tiver moleza na Agetop, dinheiro não vai faltar”.

PEC dos Gastos
Líder do PMDB na Assembleia Legislativa, José Nelto apresentou ontem requerimento de audiência pública, dia 6 de março, para discussão da PEC dos Gastos.


Tremenda redundância

O presidente Michel Temer tem usado o termo “União Federal”.


Suprapartidário

Na maratona de 37 prefeitos que passaram ontem pelo 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, políticos do PT e do PMDB.

Nome sugestivo
O prefeito de Aloândia, Sinomar José do Carmo, tem um apelido curioso: “Prainha”.

Afoito
O peemedebista quer porque quer dar um título de cidadania Aloandense ao governador Marconi Perillo.

Retorno
A volta de Marconi a Goiás, depois da missão oficial aos Emirados Árabes, está prevista para 6 de março, véspera do aniversário dele.

Folclore político

O deputado Marquinho Palmerston (PSDB) avisou para a mulher que acompanharia ontem, às 20h30, audiência de um prefeito de sua base com o governador. Surpresa, a esposa atravessou: “Vou com você”.

Frase do dia
“O que eu ganho, o que eu perco, ninguém precisa saber”
(Lulu Santos)

Nada a ver
Quer deixar o prefeito Iris Rezende irritado? É só falar que o PMDB foi corresponsável na administração de Paulo Garcia.

De olho
Tucanos trabalham a filiação do prefeito de Fazenda Nova, Afrânio Ferreira (PMDB), ao PSDB.

Obstáculo
Definição de “trambolho”, termo usado por Iris Rezende para se referir ao BRT, segundo o Dicionário Aurélio: “Empecilho; embaraço”.

Governadores solidários
O governador Marconi Perillo ligou ontem para cumprimentar o governador Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), pela forma com que conduziu a greve dos policiais militares. Informou também que, no grupo de governadores, vários colegas deixaram mensagens de solidariedade a ele.

Transparência total
O deputado Francisco Júnior (PSD) apresentou projeto de lei ontem na Assembleia Legislativa para garantir que a população tenha acesso à lista de espera para exames de alta complexidade e intervenções cirúrgicas em Goiás.

Horário de verão
A Assembleia Legislativa aprovou ontem, em segunda e última votação, projeto de lei de autoria do deputado Luis Cesar Bueno (PT) que acaba com o horário de verão no Estado. A matéria teve parecer favorável do relator Francisco Oliveira (PSDB), mas para ter validade precisa de sanção governamental. O petista justifica que a economia gerada pelo horário de verão em Goiás é “pífia”.

Liderança
Presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio de Jataí (SINCOJAT), há 15 anos, Nivaldo Ferreira Barcelo (Nivaldo Popts), vira alvo das atenções dos candidatos em ano de eleições, graças à grande estrutura disponibilizada ao atendimento dos seus associados. São consultórios médicos, odontológicos, assistência jurídica, além de diversas modalidades de esportes e lazer. Tudo, naturalmente, sob o seu comando. O coordenador do pré-candidato do PMDB ao governo, Daniel Vilela, Semi Peres, foi o primeiro a visitá-lo na semana passada, já com vista às eleições de 2018.