Réveillon do Rio é cancelado

No comunicado o prefeito da capital carioca afirmou que o estado respeita a ciência.

Eduardo Paes anunciou na manhã deste sábado (4) em suas redes sociais o cancelamento do réveillon 2021 do Rio de Janeiro. No comunicado o prefeito da capital carioca afirmou que o estado respeita a ciência.

“Respeitamos a ciência. Como são opiniões divergentes entre comitês científicos, vamos sempre ficar com a mais restritiva. O comitê da prefeitura diz que pode. O do estado diz que não. Então não pode. Vamos cancelar dessa forma a celebração oficial do réveillon do Rio”, afirmou Paes.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Segundo o prefeito ele tomou a decisão com tristeza, mas que não tem como organizar a celebração sem a garantia de todas as autoridades sanitárias. “Infelizmente não temos como organizar uma festa dessa dimensão, em que temos gastos e logística envolvidos, sem o mínimo tempo para preparação”, declarou.

Na quinta-feira (2), a prefeitura do Rio de Janeiro ampliou o passaporte da vacinação para acessar diversos estabelecimentos como restaurantes, bares, hotéis e salões de beleza. O estado do Rio de Janeiro não tem registros de morte por covid há quatro dias consecutivos.

Locais que exigem o passaporte de vacina no Rio de Janeiro

  • Bares, lanchonetes, restaurantes e refeitórios (áreas internas e cobertas)
  • Boates, casas de espetáculos, festas e eventos em geral
  • Hotéis, pousadas e aluguel por temporada
  • Salões de beleza e centros de estética
  • Academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento, clubes e vilas olímpicas (já era exigido)
  • Estádios e ginásios esportivos (já era exigido)
  • Cinemas, teatros, salas de concertos, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação (já era exigido)
  • Museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações em drive-in (já era exigido)
  • Conferências, convenções e feiras comerciais (já era exigido).

 

Tags: