Rodolfo defende uma OAB-GO mais unida, atuante e focada em resultados

Candidato a presidente, Rodolfo Mota registrou e apresentou oficialmente ontem a chapa Ordem Unida – Uma OAB Para Toda Advocacia em evento no Centro de Convenções de Goiânia

Com um discurso em defesa da unidade da advocacia goiana para fortalecer a categoria e com propósito de construir uma OAB Goiás mais plural e representativa, o candidato a presidente da seccional Rodolfo Mota apresentou na noite de ontem a chapa Ordem Unida – Uma OAB Para Toda Advocacia. O evento reuniu mais de 1 mil pessoas no Centro de Convenções de Goiânia e foi marcado por propostas de uma gestão mais focada em resultados, que não fique fechada em gabinetes e tampouco faça conchavos políticos para benefício pessoal.

Em sua fala, o candidato a presidente da Ordem explicou por que tem batido tanto na tecla da necessidade de unir a advocacia.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“Uma OAB dividida não vai lutar e nem garantir o cumprimento e respeito das prerrogativas. Uma OAB dividida e cheia de conflitos não pode garantir novas políticas de gestão financeira e econômica para reduzir custos de anuidade, custas processuais e dar incentivos e subsídios à advocacia em início de carreira”, afirmou Rodolfo Mota, que garantiu que sua gestão vai atender essas demandas dos advogados goianos. “Vamos fazer uma campanha propositiva para que ao final dela possamos unir a advocacia para trabalhar em torno de um único propósito, que é construir uma Ordem para todos”.

Nem Lara, nem Pepê

Rodolfo, no entanto, não deixou de pontuar críticas aos adversários, especialmente pela forma como estão conduzindo a campanha, e disse que a OAB Goiás não pode retroceder a um passado de irresponsabilidade administrativa e nem ficar estagnada num modelo de gestão em que as entregas prometidas são feitas pela metade. “Nem Lara, nem Pepê. Nem ninguém que faça uma guerra suja que transforme a eleição da Ordem em uma eleição partidária, desrespeitando, desvalorizando e dividindo a advocacia. Quem tem que ganhar é a advocacia”, disse.

“A advocacia não pode ser submissa. A advocacia não é para covardes. Esta é a hora de fazermos história, de fazermos a diferença na vida de cada um de nós. Porque a Ordem representa independência, a ética e a transparência que nos fazem sentir orgulho da nossa profissão. A OAB tem que ser para toda a advocacia”, enfatizou o candidato.

Chapa Ordem Unida – Uma OAB para toda Advocacia/ Foto: reprodução

Nos discursos dos representantes da chapa, foi destacado o trabalho que Rodolfo Mota desempenhou à frente da Caixa de Assistência dos Advogados (CASAG) como uma comprovação de sua experiência como gestor e capacidade de entregar resultados. “Nosso candidato realizou um excelente trabalho na CASAG. Com mais de 35 anos de OAB, onde entrei como estagiário e cheguei a presidente, apoio a candidatura de Rodolfo Mota pela confiança e certeza que tenho nele e em seu trabalho. Nosso candidato é preparado e determinado”, afirmou o ex-presidente da OAB Goiás, Sebastião Macalé.

Advogado com atuação no Entorno do Distrito Federal, o conselheiro seccional Idélcio Magalhães elogiou a postura de Rodolfo de abrir grande espaço na sua chapa e na discussão das propostas para os advogados que atuam fora da capital. “Essa é a primeira vez numa eleição que a advocacia do interior é realmente ouvida, respeitada e considerada. Sempre fomos esquecidos no interior, mas requisitados na hora dos votos. Mas agora fomos chamados para participar e construir juntos um projeto plural e democrático, que é a Ordem Unida”, disse.

Mulheres

A advogada criminalista Izadora Wercelens, que integra a diretoria da Casag na chapa, representou as mulheres e a advocacia jovem na sua fala e destacou o processo democrático na construção do projeto liderado por Rodolfo Mota. “Se hoje estamos aqui, é porque tivemos a oportunidade de participar de um movimento que não veio com soluções prontas. Democraticamente, nosso candidato Rodolfo ouviu e deu oportunidade para construirmos juntos esse projeto, com tudo que sonhamos e queremos. A chapa que estamos lançando hoje tem a marca e o DNA de todos nós que estamos aqui. Esta é a advocacia que se transforma em Ordem Unida”, afirmou.

Candidata a vice-presidente da Ordem, Valéria Menezes destacou que Rodolfo Mota já foi testado e aprovado como gestor, à frente da CASAG, e que essa experiência lhe credencia para comandar a seccional. “A Caixa de Assistência de Goiás, com suas conquistas, inovações e transformações, se tornou referência entre as demais caixas de assistência e orgulho nacional. Isto é fruto da nossa persistência e de muito trabalho pela advocacia”, destacou. Valéria criticou a seccional goiana da Ordem por ter se afastado da advocacia durante o ápice da pandemia, fechando as portas, e lembrou que a CASAG adotou uma postura inversa, de buscar prestar assistência aos advogados em diversas frentes.

“Esse é o real compromisso com a advocacia. Dizem por aí que eu não posso falar essa palavra porque é o nome de outra chapa. Mas eu fico bastante à vontade para usar essa palavra, porque compromisso não pode ser uma palavra jogada ao vento por quem foi omisso com a advocacia”, destacou Valéria Menezes.

Confira todos os integrantes da chapa Ordem Unida

Diretoria
Presidente – Rodolfo Otávio Pereira da Mota Oliveira
Vice-presidente – Valéria Alves dos Reis Menezes
Secretário-geral – Joaquim Cândido dos Santos Júnior
Secretária-geral Adjunta – Natalia Maria Briceño Spadoni
Tesoureiro – Wilson Carlos de Almeida Júnior

Casag
Presidente – Idélcio Ramos Magalhães Filho
Vice-presidente – Marion Cristina Lopes Leão Ribeiro
Secretário-geral – Francisco Sena da Silva
Secretaria-geral Adjunta – Márcia Fabiana Lemes Póvoa
Tesoureiro – Carlos Eduardo Ramos Jubé

Diretoria-Adjunta – Casag
Dyane de Figueiredo Lopes Reis
Gilmar Alves dos Santos
Izadora Oliveira Wercelens
Karine Michele Araújo
Thiago Mathias Cruvinel

Conselheiros federais titulares
Miguel Jorge Neto
Raul Freitas Pires de Saboia
Simones Rodrigues Queiroz

Conselheiros federais suplentes
Dalvina Alves Cardoso
Denise Silva Dias
Paulo Alexandre Cornélio de Oliveira Brom

Conselheiros seccionais titulares
Feminino
Aline de Cantuário Lopes
Anna Carollina Vaz Paccioli Amaral
Cláudia Gonçalves de Paula
Daniela Souza Campos Melo
Fernanda da Costa Teixeira
Fernanda Marques Póvoa
Giovanna de Almeida Lovaglio
Helem Cristina Vieira Carvalho
Janaina Santana
Karla Ribeiro Fernandes
Leidinavia De Bessa Oliveira
Lenisse Alves Caetano
Leoni Loni Saifert
Luciana Assis Silva Moraes
Luciene Pereira Silva
Maria Terezinha do Prado Monteiro
Marília Paula da Silva
Mônica Araújo Moreira
Rayane Freitas Araújo
Roberta da Fonseca Cortes Diniz
Sirley Oliveira
Walquíria Meirelles Borges

Masculino
Antônio Pereira Santana
Benjamim Gonçalves de Camargos
David Chagas Coutinho Júnior
Diogo de Figueiredo Lopes
Diogo José de Amorim e Souza
Fábio Adriano Pereira de Morais Afonso
Fábio Valasco de Azevedo Fayad
Henrique de Oliveira Brito
Humberto Morais Pereira
João Marcelo Hamú Opa Silva
Leandro Pereira da Silva
Luciano Machado Paçô
Marcos Barbosa de Oliveira
Marlon de Paula Sateles
Murilo Duarte de Oliveira
Pedro Augusto Miranda de Almeida
Ricardo Silva Naves
Rosemberg André Batista de Prado
Victor Hugo de Oliveira Abreu
Victor Hugo de Oliveira Moreira
Weiller Luís Carneiro de Oliveira
Weliton Soares Teles

Conselheiros seccionais suplentes
Feminino
Ana Carolina Lenza Barros
Ana Flávia Farias Mendanha
Carmem Lúcia Falluh Alarcão
Cleudiene Alves Zanini
Cristiane Jacinto da Silva Costa
Dayane Quintão Miranda
Gabriela Xavier Medina
Ingrid Ferreira Fagundes Carvalho
Laís Cardoso Fonseca
Lidiane Perpétua Rodrigues Jardim
Illyan Yasmim Costa Borges
Maristela Rodrigues da Silva
Mari Luzinete Antônio de Souza
Meirilene Alves Fernandes
Mônica Mori Machado
Priscila Souza e Silva
Rachel Gomes Tiago Borges
Rayane da Silva Oliveira
Sebastiana Pinheiro Ferro
Soraia Lino Suzuki
Suzane Simon de Oliveira
Talita Maria do Nascimento Barbosa
Tamires Rodrigues Barbosa
Tatiane Meireles
Thaynara Fernandes Corrfia

Masculino
Adailton Alexandre Silva de Brito
Allan Paulo de Souza
André Luiz Pedrosa Ferreira
Cláudio de Pádua Rezende
Carlos Eduardo Ralzi Gonçalves
Elias Pereira da Silva
Fernando Silva Salres
Flávio Moraes Barbosa
Georges de Moura Ferreira
Jairo da Silva
Jamil Mattar Neto
José Coelho de Oliveira
Júlio César Francisco da Paz
Júlio Serpa de Oliveira Sousa
Leonardo Gonçalves Soares Signoreli Filho
Leonardo Teodoro Catoira
Lucas Almeida
Luiz Flávio Soares Silva
Marcelo Rodrigo Gomes
Matheus Ferreira da Costa
Nelson Sales
Vinícius de Almeida Marques
Vitor Oliveira de Alarcão
Wellisson Amaral e Silva

Tags: