Saiba como melhorar sua flora intestinal

A maneira com que nosso intestino trabalha pode influenciar diretamente na nossa saúde, e a ciência tem descoberto formas novas e surpreendentes do impacto dessa ação. Pode afetar desde nosso peso, humor ou capacidade de resistir a doenças.

Devido ao grande interesse pelo nosso ecossistema interno, as prateleiras de supermercados e farmácias agora contam com uma variedade de produtos probióticos que contém bactérias vivas e leveduras.

Esses produtos e medicamentos alegam conseguir melhorar o redimento intestinal. Mas isso é realmente possível?

Para descobrir a verdade, o programa de TV Trust Me, I’m a Doctor fez uma experiência na Escócia. Na cidade de Inverness, a experiência contou com ajuda do serviço público de saúde local, e 30 voluntários e cientistas de vários cantos do país.

Os voluntários foram divididos em três grupos, e durante quatro semanas foi pedido a cada grupo que fizessem o consumo de um desses medicamentos para tentar melhorar a flora intestinal.

O primeiro grupo consumiu uma bebida probiótica comprada em supermercados. Estas bebidas geralmente têm uma ou duas espécies de bactérias que podem sobreviver à passagem pelos poderosos ácidos de nosso estômago e se instalar nos intestinos.

O segundo grupo tentou um bebida fermentada tradicional chamada kefir, que tem muitas bactérias e leveduras.

Já o terceiro grupo consumiu alimentos ricos em uma fibra prebiótica chamada inulina. Os prebióticos são substâncias que alimentam as boas bactérias que já moram em nossos intestinos e a inulina pode ser encontrada em cebolas, alho e alho-poró.

Por fim, o grupo que consumiu a bebida probiótica teve uma pequena mudança em um tipo de bactéria que é boa para manutenção do peso, a Lachnospiraceae. No entanto, esta mudança não teve importância direta no intestino.

Os outros dois grupos apresentaram mudanças significativas. O grupo que consumiu alimentos ricos em fibra prebiótica, teve um aumento no tipo de bactéria boa para a saúde geral dos intestinos.

No entanto, a maior mudança ocorreu no grupo que consumiu a bebida fermentada kefir. Estes voluntários tiveram um aumento em uma família de bactérias chamada Lactobacillales. Algumas destas bactérias são boas para a saúde geral do intestino e podem ajudar em problemas como diarreia e intolerância à lactose.

“Alimentos fermentados, devido à sua natureza, são muito ácidos e então estes micróbios precisaram evoluir para lidar com este tipo de ambientes. Eles sobrevivem naturalmente em ácido”, disse Paul Cotter, do Centro de Pesquisa Teagasc, em Cork, que ajudou na análise.

A conclusão do estudo e que se você quer usar alimentos fermentados para melhorar a saúde de seus intestinos, é melhor procurar por produtos que tenham sido feitos usando métodos tradicionais de preparo e processamento.

Tags: