Seleção Brasileira encerra copa América sem registrar casos de covid-19

Acontece hoje as 21horas o ultimo jogo da Copa América, o Brasil encerra a competição sem registrar nenhum caso de covid-19

A Copa América que se encerra neste sábado (10) com o jogo de Brasil e Argertina. A competição passou por muitas polêmicas envolvendo à realização do torneio no Brasil, especialmente com a centena de casos registrados logo nos primeiros dias da competição, a seleção brasileira pode se orgulha de encerrar a disputa sem nenhum caso de Covid-19 registrado no elenco e comissão técnica.

Rodrigo Lasmar, que é médico do Galo e também da seleção brasileira, reforçou a complexidade do momento pelo mundo em relação à pandemia, mas pontuou que o ambiente da seleção cumpriu com rigor e disciplina todos os protocolos ao longo dos 45 dias de permanência do elenco. Neste período, tanto a CBF quanto a Conmebol promoveram testes seguidos para a detecção do novo coronavírus.

“Lidar com a Covid-19 no futebol é um desafio para todos nós. Por isso, é tão importante contar com um grupo como esse, que respeito os protocolos passados pelo departamento médico e entendeu que cuidar de si é cuidar do próximo também”, destacou Lasmar, em comunicado passado pela assessoria de imprensa da seleção nacional.

No total, foram realizados 760 testes entre atletas, comissão técnica e equipe de apoio. Além do doutor Rodrigo Lasmar, o corpo médico da seleção é formado pelos médicos Felipe Kalil e Andréa Picança.

Mais cedo, em entrevista coletiva, o técnico Tite fez ainda um apelo pedindo para a população tomar a vacina, destacando a importância da imunização para a retomada do país.

“Deixa eu aproveitar e me permitir, como ser humano, fazer esse pedido: vacinem-se, por favor. Vacinem-se, por favor. Isso tudo vai proporcionar saúde, volta ao emprego, dignidade, em todos os setores, a gente falou, e faz analogia da torcida, a gente faz analogia a uma situação melhor a todos. Possibilidade de emprego, economia, todas as pessoas de bom senso têm colocado: por favor, vacinem-se. Inclusive para ter, e aí vamos falar dentro da nossa área, de ter esse carinho do torcedor e as pessoas próximas”, disse o técnico da seleção nacional.

Tags: