Jornal Diário do Estado

Seleção Feminina bate a Hungria e conquista primeira vitória no ano

Em jogo realizado na Espanha, Brasil triunfa pelo placar de 3x1

Pela primeira vez na temporada, a Seleção Feminina engrenou um resultado positivo. Depois de empatar com Holanda, Finlândia e Espanha e perder para a França, o Brasil ganhou da Hungria por 3×1 na tarde desta segunda-feira (11), no Pinatar Arena Football Center. O amistoso aconteceu em solo espanhol e marcou a última Data FIFA da Canarinho antes do início da Copa América Feminina, que acontecerá entre 8 e 30 de julho, na Colômbia.

A vitória da Seleção Feminina

Para acabar com o jejum sem vitórias no ano de 2022, a Seleção Feminina só tinha uma alternativa: partir para cima das húngaras. Com essa metodologia, o time abriu o placar aos 13 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, a marcação europeia falhou e Gabi Nunes ficou livre para cabecear e abrir a contagem em Pinatar.

A etapa até reservou mais oportunidades de perigo, mas o segundo gol veio apenas na etapa final. Na marca dos sete minutos, Bia Zaneratto avançou, arriscou de fora da área e acertou um belo chute para ampliar o marcador.

O Brasil continuou pressionando em seu campo ofensivo e chegou ao terceiro tento. Aos 16, Adriana cruzou na cabeça de Gabi Nunes, que deslocou a goleira adversária para anotar mais uma bola na rede. Aos 29, após pênalti de Ingryd, Anna Csiki foi para a bola e marcou o gol de honra de Hungria, fechando o placar.

Com a definição do resultado, a Seleção Feminina chegou à marca de 34 jogos sob o comando da treinadora Pia Sundhage. Nesse período, são 19 vitórias, 11 empates e somente quatro derrotas, em um aproveitamento de 66,6%.

O próximo compromisso da amarelinha será outro amistoso diante da Suécia, país de origem da técnica do Brasil. O confronto acontecerá no dia 28 de junho, a partir das 13h30, no Friends Arena, em Estocolmo. Depois disso, a equipe jogará a Copa América Feminina.