Senador flagrado com dinheiro na cueca pede licença por 90 dias

Segundo os advogados do parlamentar, ele “está sendo linchado por ter guardado seu próprio dinheiro”

Nesta terça-feira, 20, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado pela Polícia Federal com dinheiro escondido na cueca, pediu licença do cargo por 90 dias. Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, a medida é “irrevogável, irretratável e sem recebimento de salário no período”.

Rodrigues é suspeito de participar de um esquema de desvio de recursos destinados ao combate ao novo coronavírus (covid-19). Na semana passada, o parlamentar foi um dos alvos de uma operação da Polícia Federal com o apoio da Controladoria-Geral da União. Os policiais apreenderam na residência dele, em Roraima, R$ 33.150 em espécie. O dinheiro estava escondido na cueca do senador. Os agentes também encontraram em um cofre R$ 10 mil e US$ 6 mil.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Em nota divulgada à imprensa, a defesa do senador afirmou que o dinheiro encontrado nas vestes íntimas se destinava “ao pagamento dos funcionários de empresa da família do senador”. Segundo os advogados Ticiano Figueiredo, Pedro Ivo Velloso e Yasmin Handar, o parlamentar “está sendo linchado por ter guardado seu próprio dinheiro”.

LEIA TAMBÉM

• Nome de Izaura Cardoso, esposa de Vanderlan, ganha força para vice de Vitor Hugo• Vitor Hugo assume presidência do PL e divulga encontro regional para sábado,14• Kajuru é réu no STF, agora em processos de Baldy e Vanderlan

Tags: