Jornal Diário do Estado

Shakira cita traição em discurso ao receber prêmio de Mulher do Ano

Cantora foi premiada na primeira edição do "Latin Billboard Women in Music", cerimônia que homenageia cantoras latinas

A cantora Shakira levou o prêmio de “Mulher do Ano” na primeira edição do “Latin Billboard Women in Music“, cerimônia que homenageia cantoras latinas. O evento aconteceu neste fim de semana e a durante o discurso de agradecimento pela premiação colombiana lembrou dos últimos acontecimentos envolvendo a vida pessoal dela.

“Senti, mais do que nunca, na minha própria carne o que é ser mulher. E o que significa, pra valer, ser mulher. Este tem sido um ano em que me dei conta de que somos mais fortes do que imaginamos”, começou a cantora.

Ainda durante o discurso, a cantora ressaltou que as mulheres são mais corajosas e independentes do que acham. “Chega um momento na vida de toda mulher em que ela já não depende de alguém para gostar de si mesma ou se aceitar. Acho que existe um momento na vida de toda mulher quando a busca pelo outro é substituída pela busca por si própria”, disse ela.

Shakira também aproveitou para falar sobre as músicas que lançou durante o período da separação com o jogador Gerard Piqué, após descobrir traição por parte dele. “Já não importa tanto se alguém é fiel a você ou não, o que importa verdadeiramente é que você siga sendo fiel a si mesma. Por elas, por vocês, escrevi o que escrevi e cantei o que cantei, porque só uma mulher é capaz de amar até se rasgar inteira.”

A cantora finalizou o discurso dedicando o prêmio à mãe. “Só uma mulher pode falar com a honestidade mais brutal, e cantar com raiva, e dançar extasiada, e se emocionar até que caiam lágrimas. Só uma mulher pode fazer isso!”