Jornal Diário do Estado

Sob onda de calor, cidades goianas podem registrar temperatura máxima de 40ºC

Haverá risco potencial à saúde da população pela combinação entre a onda de calor que atinge todas regiões de Goiás e a baixa umidade do ar

Altas temperaturas e baixa umidade estão na previsão do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo) para o estado de Goiás e, em especial, para a capital, Goiânia, para esta semana. A estimativa do órgão é de que as temperaturas estarão 5ºC acima da média nos próximos dias, com a umidade relativa do ar variando entre 13% e 20%. 

Com isso, haverá risco potencial à saúde da população pela combinação entre a onda de calor que atinge todas as regiões de Goiás e a baixa umidade do ar. Em Goiânia, a previsão para esta segunda-feira, 13, é predomínio de sol com temperatura máxima chegando aos 36ºC e umidade relativa do ar variando entre 17% a 70%. 

Em alguns municípios, a temperatura máxima poderá chegar aos 40ºC, como está previsto para Porangatu e Itumbiara, e aos 39ºC, em Rubiataba e Ceres. A umidade relativa do ar pode ser registrada em 15% nos municípios de Rio Verde, Itumbiara e Porangatu. 

Onda de calor

Na sexta-feira, 10, o Instituto de Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que o estado de Goiás está entre as seis unidades federativas atingidas pela onda de calor. Além de Goiás, compõem o grupo Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Distrito Federal e São Paulo. 

O fenômeno atinge boa parte do estado de Goiás, chegando a Luziânia e cobrindo todo território do Distrito Federal. As regiões goianas que podem sofrer com a onda de calor são central, leste, sul, noroeste e norte. De acordo com o Inmet, nas regiões atingidas pela onda de calor os termômetros podem marcar 5ºC acima da média para o período.