Jornal Diário do Estado

Suspeitos são presos após furtarem duas toneladas de fios de cobre 

Indivíduos causaram um prejuízo de R$ 500 mil 

Três suspeitos foram presos em flagrante sob a suspeita de terem furtado duas toneladas de fios de cobre de telecomunicação, ocasionando um prejuízo de R$ 500 mil para empresas em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia. De acordo com as informações da Polícia Militar (PMGO), os suspeitos admitiram o furto e revelaram ainda uma associação a uma organização criminosa que comercializa os materiais furtados na região de Brasília.

A detenção ocorreu no último sábado, 13, no Setor Vila Pai Eterno. Em depoimento à polícia, os três suspeitos detalharam que outros membros do grupo são responsáveis por cortar os cabos, deixando-os próximos aos postes para facilitar a coleta com um caminhão. Adicionalmente, o grupo praticava a queima dos materiais para extrair o cobre antes de vendê-los.

As investigações indicam que os furtos realizados pelo grupo tiveram início em dezembro do ano passado. Desde então, as empresas de telefonia em Trindade têm constantemente registrado boletins de ocorrência, reportando prejuízos milionários.

Além disso, conforme informações da polícia, os três suspeitos não são naturais de Goiás; deslocaram-se para o estado com o único propósito de cometer os furtos.

A PM divulgou que, além das duas toneladas de fios, foram apreendidos um caminhão destinado ao transporte, uma motocicleta, uma balança industrial, ferramentas e uniformes semelhantes aos utilizados por empresas de telefonia. A Polícia Civil (PCGO) está conduzindo as investigações do caso.