Home»Cotidiano»Técnicos fazem vistoria em brinquedos do Parque Mutirama

Após conclusão do laudo, administração municipal definirá data de abertura do parque de diversões

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

O Parque Mutirama está fechado desde julho de 2017, quando uma falha no brinquedo Twister deixou 13 pessoas feridas. A data de abertura ainda não está definida pela Agência Municipal de Eventos, Turismo e Lazer (Agetul). Mas os análises criteriosas estão sendo feitas para que problemas como o que aconteceu não se repitam.
Desde segunda-feira (21), uma equipe de técnicos da empresa Bellé Engenharia, contratada para fazer os laudos técnicos do Parque Mutirama, está em Goiânia para realizar novas aferições nos 27 brinquedos que contemplam o parque de diversões. Os trabalhos serão concluídos na quarta-feira (23).

Em entrevista coletiva à imprensa nesta manhã, o titular da Agetul lembrou que todo o trabalho de reforma da unidade de lazer tem como princípio a segurança dos brinquedos. “Por isso, estamos recebendo os técnicos da Bellé Engenharia, que em laudo nos apontou as demandas de serviços e adequações dos brinquedos que precisariam ser realizadas”, citou Ronaldo Vieira, acrescentando que o parque solicitou com antecedência a visita dos técnicos para apresentar os procedimentos que estão sendo adotados. “Das 27 atrações, 16 já estão totalmente prontas”.

Além da Bellé Engenharia, representantes do Conselho Regional Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO) também acompanham todo o andamento dos serviços desenvolvidos no Parque Mutirama e a reabertura, conforme Ronaldo Vieira, será definida com o laudo concluído.

Para o engenheiro mecânico da Bellé Engenharia, Alisson Galvan Ballé, desde o laudo inicial já era identificado que a reforma demandaria um tempo substancial. “Quando desmontamos todos os brinquedos, identificamos que seria uma manutenção de longa data, principalmente para aquisição de insumos, pois muitas peças, por exemplo, não são mais comercializadas e foram feitas para atender exclusivamente ao Parque Mutirama”, frisou Alisson, completando que o eixo da roda gigante foi analisado por uma empresa do exterior. “Estamos todos comprometidos com a segurança do parque”.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!