Home»Cotidiano»Terceiro ciclo do programa Luz Solidária Enel acontece em Goiás

Desenvolvido em Goiás desde 2017, o Luz Solidária Enel já beneficiou 70 projetos sociais

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

A Enel Distribuição de Goiás inicia a partir de hoje segunda- feira (19), o terceiro ciclo do programa Luz Solidária Enel. A iniciativa permite aos clientes a troca de geladeiras e ar condicionados antigos por modelos novos e mais eficientes com 50% de desconto. Em Goiás, serão disponibilizados R$ 12,7 milhões em descontos por meio do programa. Os produtos com desconto poderão ser adquiridos nas lojas credenciadas das redes Novo Mundo ou Fujioka até que o projeto atinja o valor total de bônus disponível. O Luz Solidária Enel também está sendo desenvolvido pela empresa nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará.

Ao participar do Luz Solidária Enel, o cliente pagará 45% do valor total do produto ao varejista e 5% a um projeto social, por meio da doação à instituição escolhida por ele. O restante do valor do produto será pago pela Enel. Por exemplo, se o eletrodoméstico custar mil reais, o cliente pagará apenas 450 reais pelo produto e 50 reais pela doação, ou seja, um total de 500 reais (metade do valor original do produto).

O programa 

Desenvolvido em Goiás desde 2017, o Luz Solidária Enel já beneficiou 70 projetos sociais. Um deles é o projeto Crescer, criado pela instituição Obras Sociais Bezerra de Menezes, de Aparecida de Goiânia. O projeto oferece cursos gratuitos de corte e costura para mulheres da comunidade atendida pela instituição, além de auxiliar na recolocação ao mercado de trabalho. Com os recursos do Luz Solidária Enel, o projeto comprou três máquinas de costura, instrumentos para corte de tecidos, linhas e demais insumos para o curso, e contratou professores. Até agora, 27 profissionais formados pelo curso já estão empregados.

Os clientes que adquirirem equipamentos novos e eficientes deverão entregar o equipamento antigo, onde ele tem a garantia da destinação correta do resíduo gerado a partir do seu descarte sustentável. Ao realizar a troca, o cliente passa a integrar uma parcela da sociedade que usa energia elétrica de maneira eficiente, pois todos os equipamentos têm a garantia de baixo consumo de energia elétrica dada pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – Procel.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!