Trabalhador morre em supermercado, tem o corpo coberto com guarda-sóis e local continua funcionando

Corpo de Moisés Santos ficou no local das 7h30 às 11h, enquanto estabelecimento funcionava normalmente

Um representante de vendas morreu enquanto trabalhava em um supermercado Carrefour do Recife. A loja continuou funcionando e o homem teve o corpo coberto com guarda-sóis e cercado por caixas de papelão e engradados de cerveja. O caso, que aconteceu na sexta-feira, 14, ganhou repercussão nas redes sociais.

Moisés Santos atuava como representante de vendas de uma empresa de alimentos fornecedora e não era funcionário do Carrefour, mas estava no local a trabalho. Funcionários e clientes que estavam no supermercado disseram que o estabelecimento permaneceu funcionando normalmente, mesmo com o corpo no chão.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O corpo do representante ficou no local das 7h30 até as 11h. O Carrefour disse, em nota, que a causa da morte foi infarto. O supermercado também informou que “os protocolos para que as lojas sejam fechadas quando fatalidades como essa aconteçam já foram alterados”.

LEIA TAMBÉM

• Mário Frias sofre infarto e é internado na UTI, em Brasília• Vídeo: Em Rio Verde, motorista de ônibus passa mal e invade casa• Menino autista fica sozinho por semanas ao lado de mãe morta, em Minas Gerais

Tags: