Trabalhadores da Caixa fazem greve contra ataques do governo

Paralização nacional, nesta terça-feira, deve durar 24 horas. Servidores protestam contra ataques do Governo.

Nesta terça-feira (27), os funcionários das agências da Caixa Econômica Federal de todo o país vão entrar em greve. O anúncio foi feito pelo Sindicato dos Bancários, que afirma que o protesto é contra os sucessivos ataques do governo Bolsonaro aos trabalhadores e ao banco.

A paralisação deve durar 24 horas. O sindicato informou que o ato é contra a abertura da venda de ações de uma das operações mais rentáveis do banco, a ‘Caixa Seguridade’, no dia 29 de abril. O protesto também é pela contratação dos aprovados no concurso de 2014, por maior proteção contra a Covid-19 nas agências, o que inclui os empregados na prioridade da vacinação e pelo pagamento integral da Participação de Lucros e Resultados (PLR), que eles não têm recebido.

“A mobilização dos empregados junto ao movimento sindical foi motivada por uma série de ataques, tanto contra instituição financeira, como aos direitos históricos dos trabalhadores”, disse o diretor do Sindicato e empregado da Caixa, Dionísio Reis.

 

Tags: