Home»Cotidiano»Traficantes de animais presos em Uruaçu não pagam fianças e são conduzidos ao presídio
0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado



Os dois homens que foram presos pela Polícia Rodoviária Federal na noite da última segunda-feira (01) na BR 153, em Uruaçu, transportando animais silvestres, não resgataram a fiança estipulada pela polícia e foram encaminhados para o presídio local.

Os detidos de 33 e 44 anos que foram flagrados em um Fiat Uno, transportando 60 aves, capturadas no interior do estado do Pará para serem comercializadas em Guarulhos/SP, foram enquadrados em crime ambiental, maus tratos a animais e associação criminosa e para cada preso foi estipulado como fiança o valor de 20 mil reais, como eles não conseguiram resgatar os valores determinados pela polícia, os homens foram encaminhados ao presídio da cidade.

Na tarde desta terça-feira (02), servidores do IBAMA entregaram os curiós, às araras e os papagaios no CETAS em Goiânia, dos 60 animais capturados, seis não resistiram aos maus tratos e morreram.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!