TSE pede ao STF que Bolsonaro seja investigado por espalhar fake news

As medidas foram tomadas após o retorno das atividades que marcou o retorno dos trabalhos após recesso de julho

O tribunal superior eleitoral (TSE) aprovou por unanimidade na última segunda-feira (02), a abertura de um inquérito administrativo contra o presidente Jair Bolsonaro sobre os ataques à legitimidade das eleições.

O inquérito irá investigar os crimes de corrupção, fraude, condutas vedadas, propaganda extemporânea, abuso de poder político e econômico na realização dos ataques. O TSE também aprovou com unanimidade, um pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF), que o presidente seja investigado no inquérito que apura a disseminação de fake news.

O pedido de apuração é baseado nos constantes ataques, sem fundamentos, feitos pelo presidente da República às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral do país.

Tags: