Urgente: Super pedido de impeachment acaba de ser protocolado contra Bolsonaro

Partidos políticos, parlamentares, movimentos sociais e entidades da sociedade civil apresentaram um “super pedido” de impeachment do presidente Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados na quarta-feira, 30.

Partidos políticos, parlamentares, movimentos sociais e entidades da sociedade civil apresentaram um “super pedido” de impeachment do presidente Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados na quarta-feira, 30. De acordo com o G1, existem 46 signatários do texto, e os argumentos foram coletados de 123 outras solicitações apresentadas anteriormente, e incluem alegações de improbidade na investigação recente do contrato de compra de vacinas da Covaxin.

O artigo foi elaborado por um grupo de juristas e atribuiu 23 responsabilidades ao presidente. Para iniciar o processo de impeachment, o aliado do governo, o presidente da Câmara Arthur Lira (PP-AL), precisa aceitá-lo. Signatários do pedido incluem ex-aliados de Bolsonaro, como os deputados Alexander Frotta (PSDB-SP) e Joyce Hasselman (PSL-SP). A sigla para assinatura deste trabalho é esquerda ou centro esquerda-PT, PCdoB, PSB, PDT, PSOL, Cidadania, Rede, PCO, UP, PSTU e PCB, os quatro últimos não estão representados no Congresso.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A grande maioria que subscrevem o impeachment são partidos de esquerda ou centro-esquerda-PT, PCdoB, PSB, PDT, PSOL, Cidadania, Rede, PCO, UP, PSTU e PCB, os quatro últimos não estão representados no Congresso. Também assinaram o pedido a Associação Brasileira dos Juristas Democráticos (ABJD), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), a Associação Brasileira dos Povos Indígenas (APIB), o Comitê Nacional da Igreja de Cristo do Brasil (Cônica), do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e 342 Artes.

Tags: