Urgente: Tribunal de Justiça de Goiás revoga prisão preventiva de João de Deus

Condenado e acusado por abusar sexualmente de mulheres durante atendimentos espirituais, João Teixeira está preso desde o dia 26 de agosto

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) decidiu por unanimidade nesta terça-feira (14), que João Teixeira de Faria deixe o presídio e volta  a cumprir prisão domiciliar. De acordo com o Habeas Corpus, ele deve ser solto por ser pessoa idosa acima de 80 anos e ser portador de doenças graves e crônicas  além de pertencer ao grupo de risco da Covid-19.

Segundo os advogados de João Teixeira, ele deve deixar a prisão ainda na tarde desta terça-feira, e deve voltar a responder pelos seus crimes em sua casa, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Além da prisão domiciliar João de Deus irá usar tornozeleira eletrônica.

Nota dos Advogados 

“O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás em 14/09/2021, acatando a solidez dos argumentos apresentados pela defesa de João de Teixeira de Faria, concedeu a ordem de Habeas Corpus e restabeleceu a prisão domiciliar ao médium, afastando a ilegalidade da última prisão decretada em seu desfavor.

Admitindo os argumentos de defesa do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás reforçou o seu entendimento com base na dignidade da pessoa humana, já que o médium possui diversas doenças crônicas, atestadas pela Junta Médica do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, e pelo fato de ter mais de 80 anos, além da ausência da ocorrência de novos crimes e a falta de contemporaneidade da prisão decretada com os fatos sob investigação.

A defesa reitera o comprometimento de João Teixeira de Faria com o atendimento de todas as decisões judiciais, bem como repudia a exposição cruel e desarrozoada de sua imagem, sempre em contexto de espetáculo público”.

 

Tags: