Vanderlan diz ser grato por gestão de Pazuello

Para o senador goiano, os discursos críticos ao ex-ministro da Saúde durante a CPI demonstram ingratidão

Segundo o senador Vanderlan Cardoso (PSD), os discursos críticos ao ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 do Senado demonstram ingratidão. Na visão do goiano, a testemunha merece gratidão pelo que fez ao Brasil e, em especial, a Goiás durante a pandemia.

“Não foi pouca coisa. Quero mencionar aqui: quase 18 mil respiradores entregues no Brasil pelo Ministério da Saúde. Quase mil só em Goiás”, iniciou os exemplos.

“Obrigado pelas milhares de vidas que o senhor evitou que morressem”, disse Vanderlan. Destaca-se, foram mais de 270 mil mortes durante a gestão de Pazuello. Na quarta (19), primeiro dia de seu testemunho, ele disse que deixou o Ministério pois sua missão estava cumprida.

Tags: