Vereador propõe proibição de venda de réplicas de armas

O vereador Eduardo Prado (PV) apresentou um projeto de lei que prevê a proibição da venda de réplicas de armas de fogo na Capital. Segundo ele, o fácil acesso a esse tipo de simulacro aumenta a insegurança em na capital já que muitos não conseguem distinguir uma arma verdadeira de uma réplica e dessa forma crimes são cometidos com esses objetos.

Em entrevista, vereador comentou sobre o projeto. “É uma adequação da Legislação Federal. Ela proíbe a comercialização de armas de fogo. Há um projeto de regulamentação na Câmara Federal, em relação à questão de armas de brinquedo, que seriam liberadas para prática esportiva. Mas hoje, o que se vê em Goiânia são armas simulacros sendo vendidas, sem nenhuma penalização ou multa e em desacordo com o estatuto do desarmamento.”

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O vereador falou sobre o que pode ocorrer com os comerciantes que venderem essas armas caso o projeto seja aprovado. “Fizemos o projeto para proibir a venda com uma multa e até uma cassação de alvará do estabelecimento”.

LEIA TAMBÉM

• Morre ex-vereador Valdir do Prado• Câmara suspende o IPTU do puxadinho• Vereador é contra aumento de IPTU sobre puxadinhos dos imóveis

Ele também justificou que a medida é uma forma de regulamentação. “É para regulamentar o comércio local. Não há uma regulamentação de penalização para o comerciante que vende. E como nós temos a atribuição de regulamentar o comércio de Goiânia, nós inserimos justamente nessa alçada”.

Tags: