Vereador propõe suspensão de contrato com empresa responsável por sincronizar semáforos

O vereador Welington Peixoto (PMDB) apresentou hoje (02), durante sessão na Câmara, um requerimento solicitando ao prefeito Íris Rezende (PMDB) que o contrato da empresa Dataprom com a Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) seja suspenso. A Dataprom é a empresa responsável pelo software que controla a sincronização dos semáforos e que também faz análises do trânsito de Goiânia.

A empresa havia bloqueado o acesso dos engenheiros ao software de controle de tráfego. Segundo a Dataprom, a prefeitura não estaria repassando o dinheiro do contrato de serviço e estava com meses de atraso no pagamento. Ao suspender o serviço de sincronização dos semáforos, a empresa provocou congestionamentos na capital.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O vereador justificou o pedido de suspensão pelo fato da dessincronização ter prejudicado os moradores a cidade. “A empresa desligou o sistema de sincronia dos semáforos criando enormes transtornos para a população, uma vez que a falta de sincronia gera bagunça no trânsito”, disse o parlamentar.

LEIA TAMBÉM

• Mesmo com moradores na ‘bronca’, Senador Canedo não vai reverter mudanças no trânsito• ‘Tresloucada e circo de loucos’, diz motorista de Quirinópolis sobre Goiânia ao se defender de infração de trânsito• Vídeo: Servidor de Caldas Novas furta moto no pátio da SMT

Peixoto pediu que a SMT seja autorizada a contratar uma nova empresa no lugar da Dataprom. Além disso, ele solicitou que o pregão da SMT no qual a empresa Eliseu Kopp e Cia conquistou o direito para fiscalizar e instalar faixas eletrônicas e outros equipamentos viários, seja cancelado. O vereador alegou que o preço foi fora do padrão.

Tags: