Vídeo: assaltantes armados fazem reféns e atacam agência da Caixa, em Itajubá

Ação aconteceu pouco depois da meia-noite, no centro da Cidade. Um refém foi baleado e quatro policiais ficaram feridos

Criminosos armados atacaram uma agência da Caixa Econômica Federal na noite desta quarta-feira, 22, em Itajubá, no Sul de Minas Gerais. O ataque aconteceu pouco depois da meia-noite, em um cofre de penhor da agência. Segundo a polícia, os criminosos teriam se divido em dois comboios que seguiram sentido a Pouso Alegre pela BR-459 e outro sentido a São Lourenço, por Maria da Fé.

Informações indicam que os criminosos não teriam conseguido abrir o cofre da agência. Eles teriam sitiado policiais militares atirando contra o quartel da PM na cidade e ainda atearam fogo contra veículos.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Um morador que passava pelo local no momento foi baleado na perna esquerda e precisou ser socorrido até um hospital. Além dele, outros quatro policiais ficaram feridos e um deles precisou passar por um cirurgia. O estado de saúde deles não foi confirmado.

LEIA TAMBÉM

• Pedro Guimarães deixa presidência da CEF após denúncias de assédio sexual• Capitólio, em Minas Gerais, registra nova tragédia e duas pessoas morrem• Seguros vendidos por bancos ganham espaço, mas é preciso ter atenção

Nas redes sociais, moradores publicaram vídeo da ação criminosa onde os homens aparecem armados e barulhos de intenso tiroteio são ouvidos pela cidade. Já em outros vídeos, o grupo aparecem com o que seria reféns.

Confira:

 

Tiroteio no Sul

De acordo com o tenente-coronel Flávio Santiago, foi registrado tiroteio na região de Brasópolis e Paraisópolis, também no sul do Estado. Também ocorreu a prisão de um suspeito no local. Outro tiroteio foi registrado perto da cidade de São Bento, em São Paulo, que fica na divisa com Minas Gerais.

A prisão do suspeito deve ajudar na investigação e localizado de outros indivíduos, que podem ser capturados. A suspeita é que ao menos 12 pessoas tenham participado da ação.

“Eles conhecem muito bem a região e acreditamos que a grande possibilidade de prisão desses infratores e continuamos nas operações. […] Nossos policiais estão preparados, foram muito treinamentos ”, afirmou o tenente-coronel Flávio Santiago.

Tags: