Vídeo: Atlético-MG e Boca Juniors causam confusão após partida da Libertadores

O time argentino arremessou grades de proteção, bebedouros e até garradas de águas contra seguranças e o time mineiro

Após a partida entre o time argentino Boca Junirs e o Atlético-MG, grades de proteção, bebedouros e até garrafas de águas viraram arma para membros do time que partiram para cima do time brasileiro após a partida que classificou o Atlético para às quartas de final da Libertadores.

Um confronto generalizado, iniciado pelos argentinos, foi registrado na entrada dos vestiários. A confusão apenas foi encerrada coma a intervenção da Polícia Militar que precisou usar spray de pimenta para dispensar o tumulto e separar os jogadores.

Oito membros do time argentino foram identificados e responderão por lesão corporal, agressão e depredação de patrimônio público. De acordo com a PM, o time seria escoltado até o aeroporto, mas que irá manter os jogadores na capital minera para prestarem esclarecimento. O treinador argentino informou que toda a delegação ficaria em Belo Horizonte enquanto os detidos continuassem na cidade.

Confusão aconteceu por causa da arbitragem

O principal motivo da confusão seria contra a arbitragem. Após desentendimentos com seguranças, o empurra-empurra começou e objetos foram arremessados. Um dos atacantes chegou a arremessar um bebedouro contra os seguranças. A PM utilizou spray de pimenta e alguns jogadores chegaram a voltar para o gramado após serem atingidos.

Por parte do Atlético-MG, o presidente do clube, Sérgio Coelho, foi flagrado arremessando duas garrafas d’água de dentro do vestiário atleticano em direção a jogadores e membros do staff do Boca Juniors.

Em nota, o Atlético informou que houve pessoas feridas, mas sem gravidade. A coletiva de imprensa do Boca Juniors foi cancelada pela Conmebol.

Tags: