Vídeo: Homem que decapitou cachorros para ameaçar madrasta é preso por porte ilegal de arma de fogo no Paraná

Ele foi preso com sete armas de fogo e munição. Além de maus-tratos, o homem também deve responder por furto praticado contra a madrasta

Foi preso em flagrante na tarde desta terça-feira (17) em Curitiba, no Paraná, o homem que decapitou uma cadela e os seus cinco filhotes, em Formosa, no entorno do Distrito Federal. O caso aconteceu no dia 30 de março e foi motivado por uma disputa de herança com a madrasta. Ele, inclusive, chegou a mandar o vídeo do crime para a mulher. No entanto, o autor não foi preso por matar os animais, mas por porte ilegal de arma de fogo.

Foram encontradas sete armas de fogo e munição em posse do suspeito, após um mandado de busca e apreensão realizado pela Policia Civil de Goiás, em conjunto com a PC do Paraná, na residência e em alguns sítios do homem. Porém, dentre as armas encontradas, havia uma de uso restrito, o que ocasionou a prisão do investigado

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Armas apreendidas pela PC durante a operação/ Foto: Polícia Civil
LEIA TAMBÉM

• Mãe e filho são encontrados mortos em lote baldio de Itapirapuã• Suspeito de comprar TVs furtadas do CMEI de Aparecida de Goiânia é preso• PC flagra máquinas fazendo extração ilegal de minérios, em Hidrolândia

O celular do autor também foi apreendido. O casal de caseiros de Formosa foi conduzido à delegacia para prestar declarações a respeito das armas localizadas e apreendidas e, em seguida, liberado. Agora, a apuração desses novos fatos pela PC será encaminhada ao Poder Judiciário.

“Em formosa a polícia localizou cinco armas de fogo e farta quantidade de munição em um das residências ligadas ao investigado. Já em Curitiba foram encontradas duas armas de fogo e munições de uso restrito, motivo pelo qual o investigado foi preso. O procedimento está sendo lavrado pela PC do Paraná”, disse o delegado regional de Formosa, José Antonio Sena.

Delegados responsáveis pela prisão / Foto: Polícia Civil

Crime contra os animais

O crime de porte ilegal de arma de fogo tramitará em conjunto com o crime de maus-tratos a cachorros e o crime de furto praticado pelo suspeito contra a madrasta. Segundo o delegado responsável pela investigação de maus-tratos, Paulo Henrique, as diligências foram cumpridas na presença de representantes da OAB em virtude do investigado ser advogado.

“A operação teve o objetivo de encerrar as investigações contra o advogado, que decapitou cruelmente cinco animais domésticos, afim de amedrontar a madrasta. Ele também praticou o crime de furto contra essa mesma madrasta”, explicou.

Cachorros decapitados / Foto: Reprodução

 

Assista o depoimento dos delegados:

Tags: