Vídeo: Mãe e amigo que abusavam das filhas são indiciados por estupro de vulnerável e pornografia infantil

Moradora de Trindade, ela negociava com o amigo o abuso das crianças de 4 e 11 anos em troca de dinheiro e drogas

A Polícia Civil (PC) concluiu as investigações sobre os abusos cometidos contra duas crianças de 11 e 4 anos de idade pela própria mãe e o amigo. Segundo a delegada Cássia Borges, a mulher de 27 anos, que foi presa no último dia 28, suspeita de “negociar” o estupro das filhas, em Trindade, foi duplamente indiciada por estupro de vulnerável, posse e armazenamento de pornografia infantil e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Já Cleiber Alves Ferreira, de 53 anos, que “comprava” a filha mais velha da mulher e estava negociando o estupro da mais nova foi indiciado por posse e armazenamento de pornografia infantil e estupro de vulnerável. Ainda de acordo com a delegada, a conclusão do inquérito foi enviada ao poder judiciário e agora segue em segredo de justiça.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“O homem foi indiciado pelo estupro da criança de 11 anos. Já a mulher foi indiciada pelo estupro das duas crianças, pois há indícios que ela tem cometido atos libidinosos com a criança de 4 anos. Além disso, ficou evidente que ela recebia pix e drogas para permitir que o homem abusasse da vítima de 11 anos. A mulher também gravava vídeos da filha de 4 anos dizendo que iria permitir o estupro da criança”, concluiu.

Mensagens trocadas entre os suspeitos / Foto: Reprodução
LEIA TAMBÉM

• Goiás registra um estupro de criança ou adolescente a cada quatro horas• Fazendeiro que mandou matar corretor em Rio Verde tem prisão decretada pela Justiça• Homem oferece chocolate para abusar de criança em Porangatu

Confira a explicação da delegada do caso:

Tags: